sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013






O mar é uma fronteira psicológica difícil de transpor.Quando a vida é difícil, essa barreira duplica os problemas, é como que se estivesses presos a uma realidade, e lá longe a vida é tão diferente mas tão longe.Longe a todos os níveis... longe de ser real .Mas o horizonte, esse permanece lá todos os dias, ao lado do sonho...

10 comentários:

Eros disse...

Mar... Sinónimo de Poder... com uma influência desmedida sobre mim. Viver ao seu lado é um dos meus maiores prazeres.

Secreta disse...

Temos de vencer o nosso psicológico, a nossa mente... e agir mais com o coração e sobre impulso. Dar demasiado tempo à mente para pensar, cria demasiados limites em nós.

Daniel Aladiah disse...

Querida Moonlight
Lá, do outro lado, também se vê a lua, há um horizonte e tanto mar... assim, também lá podia ser a realidade do nosso sonho...
Beijo
Daniel

A Palavra Mágica disse...

Amiga Moonlight,

O mar divide os continentes, mas não os corações. Para estes não há horizontes, sempre é terra firme. Sempre terra boa para semear e colher os mais saborosos frutos.

Beijos!
Alcides

A.S. disse...

O Mar será sempre um eterno desafio... mas é também o mais doce fascinio!...

Beijos,
AL

Secreta disse...

Vim deixar um beijito...espero que tudo esteja bem contigo.

Lu Nogfer disse...

Minha querida

Que os olhos permeiem o mar, vençam a surrealidade dos sonhos e permitam-se a beleza do horizonte.



PS:
Sei que ando sumida e hoje estou passando para avisar que vou ficar um pouquinho mais sumida. Mas so por um tempo necessário. Em breve estarei de volta! Em meio a ausência eu apareço pra matar a saudade.

Muito obrigada pelo carinho de sua amizade a longas datas, minha linda e iluminada amiga!

Beijinhos com carinho e um abraço bem apertado!

ana costa disse...

Olá Moonlight, o mar intriga-me, atrai-me, fascina-me mas... assusta-me...
Gostei muito da escrita contida neste espaço parabéns!!
Um bom fim de semana

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

As palavras
que semeiam o pensar
são preciosas.
Delas nascem sentimentos
que nos tiram do lugar comum
e nos fazem sentir
o perfume
precioso da vida.

Olha o céu de manhã.
Vês como brilha iluminado
por teus sonhos...

Estrela vespertina... disse...

O mar, as vezes me pergunto se ele sempre foi assim autoritário, demonstrando este braço forte com guia os tempos desde muito antes, ah o mar, segredos, sonhos, doces ilusões pueris...
Belas palavras!