segunda-feira, 25 de junho de 2012

Desafio" Amantes de Verão"

Desafio propos-to pela Maria do fabuloso blog  Oteudoceolhar   http://oteudoceolhar.blogspot.pt/ que eu aceitei com muito carinho e prazer.Mas que com todos os meus atrasos,tenho a certeza que o desafio é mais completo e vai alêm deste post,mas como eu sou trapalhona e baralho tudo.Então fico-me por aqui :)))



"O Verão da minha infância"

Sesimbra


Bom para começar,como já disse algumas vezes noutros posts eu não consigo ter muitas lembranças da minha infância.Talvez seja uma sequela do trauma que atravessei,talvez para minha defesa, o meu subconsciente tenha feito esse jeito a mim mesma.
Mas recordo dum Verão,entre outros, maravilhoso ainda seria eu pequena.Não vos posso dizer a idade ao certo mas teria os meus 7/8 anos eu penso.
Em Sesimbra....os meus pais alugavam uma casa em Sesimbra a uma senhora D. Cândida (que era irmã do maestro Vitorino da Almeida,nunca esqueci pois um dia recebemos a sua visita ao qual eu fiquei encantada com a sua pessoa).Ela tinha um neto e uma neta, mais ou menos da minha idade,que por acaso costumavam passar o mês de Agosto de ferias com ela.Então os Verões aí passados ganhavam uma dimensão enorme,visto eu nesse tempo ainda ser filha unica.Poderia desfrutar do convivio de um mês inteiro com aqueles dois amigos que para mim poderiam ser os irmãos que eu sempre desejara.Não me lembro mais dos nomes deles...
Alêm da praia que partilhavamos entre corridas,mergulhos e outras brincadeiras.Faziamos passeios no barco dos pais deles e havia aventuras que faziamos a seguir ao almoço enquanto todos os adultos descansavam, dormindo uma sesta.
A casa ficava no começo da estrada principal e em frente existia naquele tempo,uma colina coberta de uma vasta mata rasa.Havia uma velha arvore que era o abrigo de um casal de cães vadios que costumavamos dár de comer.E que nesse Verão tiveram uma ninhada de cãezitos que nos pareceu atractivo trazer para casa,logo porêm vimos o nosso sonho desfeito, com nossos pais a darem-nos um ranhete por termos trazido os caezitos tão pequenos dentro de um caixote, para casa.Obrigando-nos a repô-los logo de seguida.Mas nesse resto do Verão era a nossa grande preocupação, alimentar e cuidar desses animais.
Costumavamos tambem subir essa colina por meio dos arbustos e tentávamos descobrir coisas que nem me lembro ao certo o que seriam.
Acho que nesse tempo bastava andar pelos trilhos dessa colina para nos sentirmos imensos.
Lembro que na altura dava uma serie na televisão "Verão Azul" que nos impulsionava para a aventura.
Era esse o sentimento que mais recordo dentro de mim.....aventura!
Recordo com carinho e ainda consigo sentir a emoção que sentia.Só não a consigo transcrever em palavras.
Naõ sei por mais quantos anos essas aventuras duraram.....todos os anos, no mês de Agosto.
Sei sim que tudo terminou um ano.E nunca mais voltei aquele lugar durante muitos e muitos anos.
Quando lá volte,i ás uns 7 anos atras....tudo estava tão diferente...no lugar da nossa colina de aventuras existiam predios altos.
Na minha memoria existirá sempre aquela colina"enorme"onde nos sentiamos pequeninos,mas ao mesmo tempo, crescidos e cheios de emoção e adrenalina pelas nossas descobertas...

Maria,obrigada pelo momento que me fez voltar atras no tempo e sorrir com estas lembranças meias toscas,mas com um valor incalculavel de sentires.
A todos os meus amigos que desejarem e acharem graça desafio-vos a partilharem conosco o desfio "Amantes de Verão" ou meramente "O Verão da minha infância".Mas.... se quiserem saber mais do mesmo desafio,visitem o blog da Maria é aconsenhavél :)

 A todos vós;
Meus queridos amigos a todos peço desculpa pela minha longa ausencia...mas apesar de tudo estar bem comigo, tem alturas na minha vida que faz sentido o meu silêncio,a minha ausencia.Meramente para mim.Sou uma Carangueja....e como tal...tenho alturas que necessito de me fechar,enclausurar na minha carapaça.Costuma-se dizer..."cada maluco têm a sua mania"
Bom, estou de malas feitas para me refugiar no meu cantinho de Verão,nao prometo ser assídua durante estes meses mas isso ñão quer dizer,que de vez em quando eu não visite e escreva alguma coisita.
A todos vós que me acompanham neste meu mundo que ADORO deixo bjinhos cheios de luar e prometo que eu volto....aliás....como diz a Maria tão bem num dos seus posts ...
                                    ...". *nós voltamos sempre".
(*nós- Caranguejos)
                                                   UM BOM VERÂO!!!!




sexta-feira, 8 de junho de 2012

Um ser


Sabes...
Existia um mar,um oceano de sonhos
Sonhos....com sonoridades belas
Mas sonhos esses que nunca sairam
Desse oceano imenso,que era o seu ser.
Sabes...
Havia um ser que só queria ser sentido
Havia outrora um ser que só queria ser sonhado
Abraçar e navegar no sonho mais belo
Que jamais fora sonhado
Sabes...
Não havia segredos
E sem segredos não existia  cofre algum.
Sabes...
Um dia,um grande silêncio invadiu o mar
Como se todos tivessem partido
Mas na verdade ninguêm tinha
Apenas esse ser.
Ninguêm deu importancia ao seu sentir
E na sua solidão apenas tinha como companhia
Uma velha maquina de escrever.
Sabes...
Juntas foram encontrando formas de ultrapassar a tristesa de se sentirem esquecidas.
O mar de sonhos....esse ficou lá
Para lá do real,meramente silêncioso