sexta-feira, 8 de junho de 2012

Um ser


Sabes...
Existia um mar,um oceano de sonhos
Sonhos....com sonoridades belas
Mas sonhos esses que nunca sairam
Desse oceano imenso,que era o seu ser.
Sabes...
Havia um ser que só queria ser sentido
Havia outrora um ser que só queria ser sonhado
Abraçar e navegar no sonho mais belo
Que jamais fora sonhado
Sabes...
Não havia segredos
E sem segredos não existia  cofre algum.
Sabes...
Um dia,um grande silêncio invadiu o mar
Como se todos tivessem partido
Mas na verdade ninguêm tinha
Apenas esse ser.
Ninguêm deu importancia ao seu sentir
E na sua solidão apenas tinha como companhia
Uma velha maquina de escrever.
Sabes...
Juntas foram encontrando formas de ultrapassar a tristesa de se sentirem esquecidas.
O mar de sonhos....esse ficou lá
Para lá do real,meramente silêncioso



12 comentários:

A Palavra Mágica disse...

Minha amiga Moonlight,

Seu poema fala de mar e o meu é um barco. Porque navegar é preciso e precisamos desse mar.

Beijos!
Alcides

Fê-blue bird disse...

Só um ser como tu amiga, pode escrever assim. BELO!

beijinhos

Lu Nogfer disse...

Olá amiga!

Gosto deste mar inspirador!
Desta maquina de escrever que faz-te ir alem das palavras sob o reflexo da lua!
Oh Lua!
Como gosto dos teus versos!
Lindos!

Beijos carinhosos!

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Amiga, esta intimidade do poema que atravessa a alma, a solidão, o desencanto e a esperança, faz com que não tenha palavras para o comentar. Apenas sei que existe alguém por trás do poema que é uma alma imeeeeeennnnsa :)

Obrigado por isso.

Um beijinho amigo

A.S. disse...

O silêncio pode ser dócil, rebelde, enigmático, surpreendente, obsessivo,
perverso, apaixonante, louco, ensurdecedor... tal como os sonhos que navegam nesse oceano procurando uma enseada onde se acolherem!


Beijos!
AL

oteudoceolhar disse...

Antes demais é só impressão minha ou eu reconheço aquela rocha e este mar ??? Ou são saudades a mais e demais ou esta foto é na praia da Samoqueira, perto de Porto Côvo??
Estou a sonhar :$

"Havia um ser que só queria ser sentido..."
Hoje sou eu que me identifico contigo...nas palavras e no sentimento sentido...e depois esse Mar...fico com um imenso sentimento de perda e ganho apenas ao olhá-lo.

Beijo n´oteudoceolhar.

Secreta disse...

O mar...o silencio...o sentir!
Lindo...
Beijito.

Daniel Aladiah disse...

Querida Moonlight
A solidão da máquina de escrever...
Beijo
Daniel

Secreta disse...

Passei por cá e deixo um beijito.

Impossible-not-fall disse...

O mar no seu silêncio faz-nos ter a força para agarrar a vida...

Porque tal como as suas ondas, ora vão... ora vêm....

Beijinho

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Um mar tão lindo... e abandonado. Triste demais. Mas o poema é muito lindo, tão lindo que há de existir alguém que redescubra esse mar. beijos.

Sonhadora disse...

Minha querida

Minha querida
Como sei do que falas neste belo texto...como sei desse despir de tudo o nos iluminou a vida e nos tatuou sorrisos no rosto e depois nos cinzelou a tristeza em cada poro da nossa pele...silenciou o nosso corpo e espezinhou os sonhos.

Um beijinho com carinho
Sonhadora