quinta-feira, 1 de março de 2012

Desencantamento


Ja não encontro o encantamento de outrora.
Os cheiros das estações do ano que tantas vezes se confundiam com as luzes dos dias.
Tenho saudades desse encantamento que provavélmente tenha desaparecido apenas em mim.
Talvez eu me importe demais,escute demais,pergunte demais,espere demasiado, por aquilo que já não volta.
As horas nunca passaram com tamanha delonga por aqui...Outras vezes,  passam depressa demais para a importância que lhe damos.
Enquanto isso... deixo cada pedaço de mim.Tudo parece correr para um novo tempo.
Uma nova historia. Uma historia.... onde eu ainda nao pude estar.
Uma historia que ainda não sube inventar.
Talvez eu ande com muita pressa,escute e pergunte com pressa demais.
Apesar da delonga ,faz tempo que as horas não são sufecientes para me escutar.
As partes de um dia que me foram,hoje já não me dão esperança.
Talvez eu espere em demasiado.
Há cicatrizes que só eu as vejo.
Há sorrisos que eu nunca terei oportunidade de dár...
Talvez eu me importe demais,chore demais,morra demais.
Não sei se na procura de um equilíbrio entre a razão e a emoção me tornei opaca demais, "crescida" demais...
Talvez um dia qualquer eu me canse de permanecer empoeirada....e me reinvente para uma nova magnitude...
Ou simplesmente ...perdera eu o encantamento por esperar em demasiado....

3 comentários:

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Olá Moonlight :)

A sua escrita, geralmente, é quase doce e remete sempre para um lado sombvrio, triste, amargurado... Da poesia, só posso dizer que os estados de alma são os que influenciam grandemente as grandes obras (poesia, cinema, teatro, música...) e que, por mais estranho que pareça, existe beleza nas coisas tristes, e eu adoro lê-la assim, mas por outro lado, ao reflectir um estado de alma seu muito pessoal e que não é novo, me leva a enviar-lhe um beijinho grande, sentido e demorado como quem a convida a ver o sol, a beber um café ou um sumo, e a simplesmente tentar sorrir e fazer à vida o que ela, opelos vistos, não faz por si... :)

Um beiijinho imenso, Moonlight, e obrigado pelas pérolas que escreve...

Impossible-not-fall disse...

My dear,

Como eu hoje identifico-me com as tuas palaavras...

Ao ler-te foi como olhar-me ao espelho e ver o despir da minha alma...

Um abraço ternurento para ti, que tens o poder de encantar-me com palavras!!!

lynce disse...

Quando as decepções são muitas, o encantamento vai-se esfumando...
Beijinhos simpática e bom fim-de-semana.