segunda-feira, 1 de agosto de 2011

A Outra Parte de Ti

"Se queres um escudo impenetrável, permanece dentro de ti mesmo."
                                                                                     Henry Thoreau 

Estás preparada para te encontrares comigo?
 Há uma parte de ti que não conheces porque nunca quiseste entrar no sótão das minhas inquietações. No compartimento das minhas motivações. No esconderijo dos meus mais complexos pensamentos. Na arrecadação das minhas recordações.
Há uma parte de mim que não conheces e vives como se essa parte não fosses tu. Quer dizer que só metade de ti vive e vives só com metade da minha existência. Parte de ti ignora-me e outra parte foge de mim, para que não te encontres comigo, nem me conheças em profundidade.
 Gostas de viver assim, mas sentes saudades e nostalgia do tempo em que não estavas repartida em recantos escondidos.
 Foste fechando uma a uma, as portas do meu incómodo e acabaste fora de casa. Vives num anexo, como alguêm que julga viver  num palácio, mas falta-te a parte mais importante de mim...
 Aquela parte de ti reclama-me....
 Estás preparada para abrir de novo as portas, uma a uma, e fazer o reencontro comigo?
 Olha que a parte mais bonita de ti é a que escondes fechada em cada compartimento do teu ocultamento. Aquilo que julgas ser o melhor é o que não presta, porque é precisamente aquela que rejeita, que não ama, que não acolhe nem perdoa, a outra parte de mim
  Em algumas vezes gostaria de te poder dizer....abre as portas e deixa-me........
                                                                           .Viver.........

11 comentários:

Moi disse...

E eu digo, amiga

Abre as portas e VIVE!
A vida é curta demais para se viver com metades...


Beijo
Continuação de boas férias se ainda estiveres

Sonhadora disse...

Minha querida

Bem vinda, espero que as férias tenham sido boas.
Como sempre as tuas palavras falam tanto de mim...como eu gostaria que a outra de mim se libertasse das grades que a prendem...das amarras que não tem coragem de desfazer...do nada que tem e do muito que anseia...e a vida passa tão depressa...se puderes VIVE.

Beijinho com carinho
Sonhadora

A Palavra Mágica disse...

Moonlight,

Que bom te ver aqui!

Me lembrei dessa música:

Viagem ao fundo do ego (ecotrip)

Há um lugar místico em mim
Algo assim, bem escondido
Um planeta inexplorado
Um horizonte perdido

Me embrenhei na mata virgem
Como um nativo zumbi
Mergulhei fundo no oceano
Como um Jacques Cousteau parti

Explorador sem experiência
Marinheiro de primeira viagem
Embarquei de peito aberto
Levando só a coragem

(Refrão)

Coragem pra enfrentar
Frente a frente eu comigo
Como se enfrenta um irmão
No exército inimigo

Coragem pra encarar
Frente a frente eu no espelho
Como se encontra um irmão
Que lhe nega um conselho

Quase no fim da estrada
Uma voz veio me dizer
Se você quer seguir, cuidado
Não vai gostar do que vai ver

E a volta foi difícil
Retornei de mãos vazias
Nessa minha egotrip
Não fui Davi, nem fui Golias

Explorador sem experiência
Viajante sem bagagem
Perdi tudo o que eu tinha
E o que eu tinha era só a coragem

Beijo!
Alcides

PS. Me inspirando nas suas plavras para que virem nossas.

Charlotte disse...

Como às vezes é difícil soltar essa outra parte de nós que quer simplesmente deixar-se levar e...VIVER! Força nisso!

Beijinho, Moonlight:)
(Já há muito que não vinha cá e gostei de te "reencontrar")

Secreta disse...

Por vezes falta-nos força e coragem para abrir e explorar todas as partes de nós!
Beijito.

Diana Carla disse...

É só abrir a porta sem do que encontrará lá fora!!

bjinhus...saudades

Secreta disse...

Passei para deixar um beijito.
:)

Dois Rios disse...

Nossa, que coisa mais tocante, minha querida! Quem de nós não se reconhece nessas palavras? Temos sempre uma parte obscura que receamos desvendar.

Beijos meus,
I.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

As vezes o reencontro
mais difícil,
é o que é feito
com nós mesmos...

Mas não fazê-lo
é perder a vida,
e o tempo passa rápido
enquanto hesitamos...

Viver é sentir os sonhos
com o coração.

kirah disse...

às vezes temos medo, acima de tudo, de nós mesmos e assim nos fechamos, não para o mundo, mas para nossa essência de ser, mas como dissestes, bom mesmo é deixar viver!

bjus da kirah^^

Pensador disse...

Moonlight, querida,
Achei maravilhoso o texto!
Quantas vezes nos furtamos de encarar a nós mesmos, ocultando-nos atrás de desculpas, de atitudes que sabemos que não deveríamos estar tomando, de expectativas sobre outras pessoas - apenas para não encararmos o que deveríamos: a nós mesmos?
Um beijo, e um uivo!