quinta-feira, 26 de maio de 2011

Prenuncio duma morte anunciada....

Eu e meu primo 1981, Santa Cruz


À uns tempos voltei a ter pesadelos....
Aqueles que sempre que sonho,acontece algo de ruim com alguêm da familia.
Uma premonição,nem todos são crentes.
Alguêm,mais cedo ou mais tarde,parte....
Dificil era de imaginar, que seras tu.
Esse meu sonho sempre é um prenuncio.Dentes...dentes que saem de dentro das gengivas cheios de sangue...com dôr....aquele sonho que quando se acorda até se sente a dôr fisica,mesmo....
Era o prenuncio....do teu fim....eu só não soube logo de quem seria....
Os médicos estão sempre a furtar-se á verdade.Respondem vagamente a perguntas complicadas.Não falam da dôr pós-operatória....Dizem apenas que se vai sentir algum desconforto...
Se o doente não morre dizem que a operação correu bem.
Dizem a verdade, apenas a metade da verdade,dos doentes.Em relação á outra metade rezam para que o efeito seja bom....sim eles tambem rezam....E para eles propios dizem que se vão sentir melhor acreditando que tudo vai começar a fazer o efeito desejado.Quando na realidade estão a abandona-los á morte certa,sem culpa alguma.
Mas....o maior engano que criam é neles própios.E é por isso que muitas vezes demoram a perceber que a verdade está sempre á frente deles.....
Assistimos a teu lado,ao teu corpo ligado á maquina ,depois de três operações no espaço de três semanas, silenciosamente...assisitimos a tua morte lenta....e certa....
Fecho os olhos cansados e recordo  tempos distantes, em que corriamos juntos pelas dunas num lindo e encantador buggy amarelo,que eu tanto adorava e sonhava um dia poder têr um...
Dos passeios que fazia na tua bicicleta,eu mal chegava ao chão com os pés,tinha que me encostar ao muro para subir e descer dela.
Das tardes em que comiamos caracois.
Dos passeios e lugares que tu me levavas.
Por dias eramos como se fossemos uma familia.Aquela familia que tambem tu silenciosamente gostavas de têr tido...mas nunca falamos sobre isso.
Nesse tempo agora distante, eras novo e cheio de vida,sempre encantadoramente simpatico, amavél e brincalhão.Nos dias de férias que me proposionavas depois do divorcio de meus pais,silenciosamente e sem nunca to dizer assumias um papel paternal em mim.
Assumo que nunca fui uma crinaça facíl,mas hoje até entendo...foi-me retirado tudo.Foi dolorosamente avastador para mim a separação e os prós que vieram com ela.A falta de sensibilidade para com uma criança ainda, que teve de passar por muitas situações tremendamente dolorosas.
A Lena e tu foram os unicos que souberam suavizar por uns dias a falta que eu sentia,da praia.Levando-me sempre quinze dias para eu poder usufruir dela.
Aperto a tua mão e sorrio.
Não sei se me sentes,se me estás a vêr.Já nada faz sentido neste momento.
Em ti não sei,mas acredito que não sentes a dôr que nós sentimos aqui ao teu lado.
A Lena chora baixinho para que não a oiças,eu..?Eu sou forte...
Lembras-te primo,quando me dizias"...isso é a ruindade que têm que sair por algum lado..."hoje eu sorrio a tantas vezes que uso essa tua expressão.
É-me dificíl conviver com o sentimento de saber que a tua partida está certa, que o tempo está curto, demasiadamente curto,estás a chegar o fim do teu percurso.
È-me sempre doloroso saber que quem eu gosto está de partida.Apesar de eu acreditar que nos encontraremos de novo....
Aperto a tua mão e silenciosamente digo-te...até breve...
Porque por enquanto, ainda estás aqui....

9 comentários:

Lost Soul disse...

deixo-te um sorriso

-___-

Diana Carla disse...

Oi Moon saudades desse cantinho que sempre trz inspiração!!

bjinhus...

Sonhadora disse...

Minha querida

Sem palavras...deixo apenas um beijinho.

Sonhadora

Pensador disse...

Moonlight, querida,

Acredita, eu sei o quanto é difícil esta situação.

A impotência que sentimos, o desespero de sabermos que tudo está fora do nosso alcance, são terríveis.

Tem o meu carinho. E a minha oração pedindo que tenha força.

Um beijo, e um uivo!

* lady M. disse...

Olá, querida! Puxa, que saudade!
Fiquei feliz ao ver-te em meu negro refúgio.
Como estais?
Aprecio bastante suas postagens.
Adoro teu blog!

BeijoS NegroS^^

saudade disse...

Olá Linda, sei o que é sentir que se está a perder alguém de quem gostamos....
Resta-nos a força....
Um beijo
Saudade

Sus disse...

Há uns dias que não vinha aqui, e fiquei sem palavras

Beijo grande
E força!

oteudoceolhar disse...

Eu tenho uma Lena ...impensável o dia da sua partida...
"Porque por enquanto, ainda estás aqui...." será melhor pensar assim.
Acredito em premonições, em espiritos, acredito ... há coisas que só ver para crer ...
Beijo n´oteudoceolhar*

Secreta disse...

Tão triste, tão doloroso...
Deixo-te o meu abraço de reconforto.