segunda-feira, 14 de março de 2011

Navegando nos mares da Lua

                                                       ...porque só nós mesmos, sabemos, o que queremos ouvir.....

Moonlight,


Escrevo enquanto olho para dentro de ti. O que vejo nem precisa ser bonito, nasci para gostar de tudo, que vem de ti.
 Escrevo para te fazer um afago.Porque sei quando precisas de um. Porque te conheço inteira, naquela hora em que tudo é silêncio e sombra e tambem naquela hora em que tua gargalhada, é um sol.
 Deste  teu corpo que nasceu para abraçar, eu conheço cada poro, cada batida de teu coração.
 Conheço cada sopro, cada falha na tua voz. Toda a força do teu canto desafinado.
 Eu conheço-te além da tua relação  com teus amores, com tuas amarguras. Com essas pessoas que tu amas. Com aquelas que  recusas  odiar porque não queres gastar energia para isso. Eu  conheço tudo aquilo que te doí á anos e anos.... Mas tambem conheço a tua  paz.Os teus momentos mais serenos e tranquilos.
 E é por isso,, que eu sou a pessoa que mais poderia gostar de ti . Porque não me interessa onde erras, interessa-me o que  aprendes,  absorves e ultrapassas. A mim interessa-me é como tu te transformas. Interessa-me é o teu olhar de novidade derramado sobre as coisas simples e quotidianas, como se descobrisses a essência do mundo diariamente. O que interessa-me é esse teu, não medo da morte, a sedução que ela exerce sobre ti e o teu instinto de vida tão maior que tudo.
 Eu conheço-te ....anestesiada, intensa, sufocada, indecisa,por vezes fraca,outras porêm como uma verdadeira, força da natureza . Eu conheço-te...rabugenta,fria,confusa . E não és menos . Eu  conheço-te tendo recaídas, não sendo ingênua, mas optando por acreditar de novo, e de novo, e de novo.... Mas só até a terceira vez!!!
 Eu  conheço-te com  mau-humor,mas tambem com uma boa disposição, estonteante. Com uma alegria contagiante, com todos os teus amigos, ou sozinha com os teus livros.
 A que  evita alturas porque quando olha pra baixo só pensa  na queda. 
A que entra no mar sem rodeios nem receios.
Eu nasci para gostar de ti  porque sei  dos teus sonhos,encantamentos,esperanças e teus fantasiares.
 O que ainda posso dizer?
 Que tu, vives para a palavra, mas anseias viver exatamente aquilo que ela não alcança. É por isso que eu gosto de ti, além de todo o amor.


Sempre,



                                                              





12 comentários:

Sammael the Morning Star disse...

simplesmente belo...nada mais a comentar.


beijo

Sus disse...

Lindo!
Dizer mais alguma coisa seria estragar!

Beijoooooooooos

Diana Carla disse...

As palavras desapareceram diante de tanta beleza!!

Lindo texto Moon...

saudades e bjinhus...

Sus disse...

Moon,
Passei para te deixar uma oferta, escolhe um ou os que quiseres dos selos que me ofereceram recentemente, vão ficar o must aqui! :)
http://suspiros-daalma.blogspot.com/2011/03/selos-aos-montes.html

Beijinhos

Utópico disse...

Não sei do que gostei mais, se do texto se da fotografia.

Acho que ambos estão espectaculares.

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Parabéns pela dedicatoria, Moonlight :9

um bj amigo

Sonhadora disse...

Minha querida

Um texto lindo e cheio de emoção...sem mais a acrescentar...deixo um beijinho e queria aproveitar para te oferecer o selinho de 500 seguidores, se quizeres aceitar, teria imenso gosto.

Sonhadora

Secreta disse...

Lindo texto. Intenso, sentido! Adorei todas as palavras.
Beijito.


"É por isso que eu gosto de ti, além de todo o amor."

sonho disse...

Fiquei maravilhada e sem palavras com tanta beleza lida nas tuas palavras...
Beijo d'anjo

Impossible-not-fall disse...

Minha querida, quanta emoção em cada palavra escrita....

Apenas três palavras... "ENCANTADA com o texto"

Beijo

A Palavra Mágica disse...

Moonlight,

O que vou dizer não é nenhuma nem brincadeira de palavras, nem uma simples rima, é o que penso:

Quem gosta de mar sabe o que é amar.

Beijos!
Alcides

Santo&Pecador disse...

Querida amiga, simplesmente fantástico.
Está escrito de uma forma tão sentida que a estrondosa simplicidade com que foi escrito nos deixa boquiabertos a olhar para esse amar de palavras.
A cereja em cima do bolo é a foto que é também de uma beleza incrível.
Para mim, e sem menosprezar tudo o que aqui já foi escrito e eu li, é seguramente o teu melhor post.

Beijo!