quarta-feira, 30 de março de 2011

Ela partiu


Abriu a porta e convidou-o a entrar....não era sua intenção o magoar...
Levou-o a passear por lagoas e labirintos,sentados ficavam a conversar.
Perguntou-lhe se podiam ser só amigos
Deram cor aos dias cegos

Sempre sosinha nos serões
Pôs  tudo em pontos de exclamação
Mas sem querer baralhou seu coração
E passou a têr demasiadas interrogações

Abriu a porta e convidou-o a sair....não era sua intenção o magoar...
Porêm ele jamais a quis deixar
Dissera-lhe que mesmo cheio de tristeza
 Esperava até ao dia em que ela poderia ser sua.

A covardia dela não deixou desatar as amarras
Os anos passaram e sem o querer magoar
Despediu-se dele devagar
Com lagrimas no olhar e um coração partido em mil pedaços
Nunca demonstrando encobrindo num sorriso...

....ela abriu a porta e.....partiu.






11 comentários:

Sus disse...

Às vezes ele já partiu de nós, e sem querermos magoar, permanecemos ali... e um dia simplesmente partimos...

Lindo! :)

Beijos

Secreta disse...

Por vezes, magoar ou sentir-mo-nos magoados, é inevitável.
Beijito.

Angel disse...

é sem duvidas um acto de coragem e de Amor... beijinhos com muitos Sonhos

maria teresa disse...

Há diferentes maneiras de partir...eu sou partidária da que se faz conscientemente, bem justificada, quando não se vislumbra uma solução ...
Então parte-se e não se olha para trás!
Abracinho meu!

Lu Nogfer disse...

Minha querida Moon!

A partida é triste mas por vezes é a unica coisa que o momento cabe!

Lindo texto!

Beijocas!

Ah!Muito obrigada pelo selinho!
Postarei logo!

Diana Carla disse...

Por mais doloroso que seja as vezes partir é a melhor resposta!!!

Obriga pelo seilho Moon vou postar logo,logo!!

bjinhus no coração...

B* disse...

Que poema FANTÁSTICO.
gostei muito, obrigado pela partilha ;)

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Vendo a luz do luar. Foi asism que me senti lendo seu belíssimo poema. Partidas ocorrem, isso é da vida, o importante é sempre saber recomeçar. Beijão.

A Palavra Mágica disse...

Moonlight,

Difíceis essas partidas.

"Ela disse adeus.
Disse adeus, e chorou,
Já sem nenhum sinal de amor
Ela se vestiu e se olhou
Sem luxo mas se perfumou.
Lágrimas por ninguém
Só porque é triste o fim!
Outro amor se acabou...

Ele quis lhe pedir pra ficar;
de nada ia adiantar.
Quis lhe prometer melhorar,
e quem iria acreditar?
Ela não precisa mais de você,
sempre o último a saber."

Obrigado amiga, pelo selinho. Posto em breve!

Um beijo!
Alcides

Clara disse...

O acto de partir é muitas vezes o acto de chegar... a nós mesmos. Deixar alguém partir e dar-lhe a mesma oportunidade de se encontrar.

Muito bonito Moonlight.

Beijinho
Clara

Impossible-not-fall disse...

Da mesma forma, que deixa-mos entrar, também devemos deixar sair, apesar da saída ser doloroso, alguém vai voltar a entrar....

E quem sabe, não será quem saiu!

???????????

Um beijo para o teu Luar..... muah!