quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Como o ar que respiro

Sei bem que a melhor coisa que existiu nos meus 20 anos foi toda a vitalidade existente,a força de achar que podia mudar o mundo,todas as coisas com respeito ao mesmo.
Sentia que tinha uma vida inteira pela frente que me premitia sonhar e acha-mer quase, como que fosse, imortal.
È bom termos 20 anos sem duvida alguma.
Mas a maturidade... apesar de me confrontar todos os dias com o espelho,sentir que estou a envelhecer,notar as rugas de expressão no meu rosto,olhar as minhas mãos e vêr que já apresenta uma pele diferente...,penso que me trouxe tambem uma serenidade que não existia,uma capacidade de clarividência de muitas coisas que até nem são visiveis.
Sem duvida alguma que é bom têr tido 20 anos,mas sinto que é bom têr mais vinte e têr a noção que ainda existe um longo caminho a ser percorrido,ora porêm mais descansadamente,mais demoradamente,mais pacificamente....
E é nesse caminho que eu coloco um pé de cada vez e vou aos pouco serenamente caminhando em direção aquilo que desconheço mas presinto que algo de bom me espera ainda no meio do mesmo.

9 comentários:

Secreta disse...

O tempo passa, nós ganhamos maturidade, e a vida torna-se mais "leve"... dizem...
Eu sinceramente não sei, já que a minha de momento se encontra numa fase bem "pesada"...pelo menos a nivel emocional, e, convenhamos que, assim fica toda ela de "pernas para o ar".
Beijito.

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Sim, a serenidade. Não sei se já é o outono da vida, mas a primavera não tem esses encantos nem pode proporcionar cores que so o Outono leve e calmo proporciona. Em cada fase o seu encanto e so tenho de dar os parabéns por estar a chegar a esse encanto da suave transição temporal que reveste cada pessoa de outras cores e pele, de outras matizes no quadro da vida.

É toda uma experiencia e um sorriso que se sobrepõem ao desconhecido e ao impulso.

Belo post, amiga :)

beijinho grande

A Palavra Mágica disse...

Amiga Moonlight,

Existe uma música aqui que diz : "... é melhor viver dez anos a mil, do que mil anos a dez".

Nos meus vinte anos eu acreditava nisso. Hoje, com pouco mais que o dobro, sei que o melhor da vida é viver. Intensamente sim, loucamente, jamais.

Beijos!
Alcides

Impossible-not-fall disse...

Bem minha querida,

Eu ainda estou a viver essa fase dos 20 anos...

Mas acredita que os tenho aproveitado....

Cada idade têm o seu privilégio de ser vivida...

Hoje com 20 anos sou Feliz, sem grandes responsabilidades, talvez com mais 20 anos, tenha o mesmo sentimento...

Adorei o texto....

E espero que para ti venham mais 20 anos com felicidade, amor, ternura.... e muita liberdade.....

maria teresa disse...

E é esse o natural caminho da vida...vamos de etapa em etapa, todas têm os seus encantos e vão-se encaixando umas nas outras...
Abracinho meu!

Merchi disse...

... dou por mim muitas vezes a pensar a mesma coisa!

Pensador disse...

Moonlight, querida,
Cada idade tem as suas vantagens e desvantagens.
E, mais importante, cada uma tem as suas próprias belezas.
Pena que só mais velhos o reconheçamos...
Um beijo, e um uivo!

Sus disse...

Como me revejo nessas tuas palavras... é bom de facto ter mais vinte... e sentir, viver mais serenamente! :)

Bom fim de semana

Jacarée disse...

Querida Moonligh!

Aos 20,desfrutar o momento q nos rodeia...a primavera inspira,...correrias vê-se as coisas noutra perspectiva sem responsabilidades... faculdade, emprego, amigos, namorado...sensação de um presente eterno.
Subindo a escada da vida,30,40... casamento, filhos nesta etapa, tudo muda, responsabilidades, medos, amor incondicional...
Aprende-se (re)aprendando a refletir, tomar consciência, ganhar autonomia... confiança e sabedoria.O tempo tb. nos oferece a experiência dos erros...o amadurecimento q marcam momentos vividos
Contudo há a idade da plenitude,perceber os valores pessoais, familiares... ao longo da vida, perceber q existe algo muito mais importante do que a frenética correria o tempo da contamplação,da reflaxão, da esperança e harmonia.
Bjs em seu coração.