quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Um dia bom para morrer....

Durante muitos anos trabalhei com o meu pai numa loja de comercio tradicional,que se situava numa praça de Lisboa.Aquelas lojinhas que preenchem o espaço á volta da praça.
Convivi sempre com muita gente,estou habituada e gosto de estar rodeada de gente,conversar,rir,trocar ideias, enfim um monte coisas.
Conheci muita gente de diferentes idades.Convivi sempre com pessoas de mais idade,da idade do meu pai,visto ele ter aquela loja por mais de cinquenta anos.A população habitacional em redor da mesma, sempre fora uma população idosa.A maior parte das pessoas já partiram.Mas fiz muitas amizades, no dia a dia.
Havia sempre o senhor Augusto,que trabalhava numa loja de confecção ali perto, que vinha da Trafaria e todas as manhãs fumava o seu ultimo cigarrito antes de entrar ao serviço,na porta da minha loja(na altura ainda era premitido fumar nas supreficies),todos os dias.Era um senhor já com os seus sessenta e muitos anos quando o conheci e ainda privou comigo durante uns anitos,antes de vir a falecer,vitima de Alzeimer.
Era um senhor bastante divertido e alegre.Sempre muito bem disposto com a vida, menos com os patrões como ele gostava de provocar(na brincadeira)o meu pai.
Hoje lembrei-me dele,porque ele tinha uma frase que sempre dizia e provocava em nós dois risos multiplos,porque ambos sabiamos do que se tratava.
Ele sempre dizia"...hoje é um dia bom para morrer...."normalmente dizia-o quando alguma senhora entrava na loja.Ele com o ar da sua graça então dizia; "Bom...vou andado...afinal hoje é um dia bom para morrer..."ao que logo a senhora em questão respondia; """...Credo!Não existem dias bons para a morte..."
Ao que o senhor Augusto respondi com um enorme sorriso no rosto; "....para morrer a rir!"E´lá nos riamos nós.
Existem momentos e vivências que por muitos anos que passem ficam sempre retidos na nossa memoria.
O senhor Augusto veio a ficar debilitado e deixou de trabalhar.Eu sempre sabia dele atravéz de telefonemas e algumas visitas que lhe fazia se vez em quando na sua casa,na Trafaria.Tinha uma esposa muito bonita e simpatica,ao que ele retribuia dizendo,que sempre fora um homem com muito bom gosto.
A ultima vez que o vi com vida,já ele estava internado no hospital Gracia da Horta e mesmo no fim dos seus dias e com a doença em estado avançado ele nunca perdeu a sua forma divertida de ser.
Fui visita-lo com o meu pai e nessa visita ele já não se lembrava de mim.Ao meu pai disse-lhe; "...Jaquim....,Jaquim....sempre o mesmo maluco.Não vês que a moça é novinha demais para ti!!!"
E rimo-nos todos ao mesmo tempo e assim me despedi do meu querido amigo Augusto,que para sempre recordarei com alegria.
Isto tudo para vos dizer....que hoje é um dia bom para morrer....

                                                                                ....morrer a rir!!!!


Já vi muitos apanhados,mas como este! O maximo dos maximos, depois digam lá se eu  não tenho razão...!:))

http://sorisomail.com/videos-comicos/53346.html

16 comentários:

maria teresa disse...

Num registo diferente narrando uma história de vida...
vou também pensar que "hoje é um bom dia para morrer... a rir" :):):)
Abracinho meu!

Vento disse...

Querida Moon

Hoje é um bom dia para morrer...

Beijo

sonho disse...

Bem minha querida antes de comecar a ler...pensei..."Credo!Não existem dias bons para a morte..."
mas depois de ter terminado a leitura também digo:Hoje é um bom dia para morrer:)
Beijo d'anjo

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Que texto perfeito.
História de vida,
que se faz vida em nós,
e ensina com alegria,
uma lição preciosa,
que viver exige pressa,
e sorrir é necessário... sempre...

Que sempre haja tempo para os sonhos
em tua vida.

A Palavra Mágica disse...

Amiga Moonlight,

Uma história de saudade contada com bom humor.

Quero juntar aqui três comentários:

O aquariano atravessou a rua para ver a luz da Lua e acabou encontrando-a toda em Feitiços, com seus doces e salgados feitos com o coração. Então ele pensou:

Hoje é um dia bom para comer.

Um beijo!
Alcides

lynce disse...

Afinal nem só Índios sabem qual é o melhor dia para se morrer...tu também:))
Bjs

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Gostei. Só driblando a morte se pode vence-la.

Bjinho amigo

Uma boa parte de mim disse...

Moonlight,

Adorei esta tua partilha. Há pessoas que nos marcam para a vida e que nos acompanham ao longo dela, nos momentos mais pequeninos. Mesmo depois de partirem, estão sempre presentes.

Lu Nogfer disse...

Ai que susto,amiga!rs
Vi o titulo e falei:nossa,pq sera?rs
Que pegadinha hein!

Hoje é um dia bom para morrer...de rir numa otima recordaçao!

Beijos,linda Lua!

Pensador disse...

Uma boa forma de pensar. Que seja sempre um bom dia para morrer, de rir...
Um beijo, e um uivo!

Diana Carla disse...

é bom sempre revivemos algumas histórias...e sim concordo que seja sempre um um bom dia para morrer...de rir!!!

bjinhus...

Dois Rios disse...

É sempre bom darmos uma olhadinha no retrovisor da vida a fim de resgatarmos os bons momentos vividos.

Que tenhamos ao nosso redor, muitos Augustos para iluminarem o nosso dia.

O vídeo é hilário! Imagina um homem daquele tamanho gritando fino daquela jeito? rsrs...

Morri de rir! Sim, hoje foi um bom dia!

Beijo,
Inês

Daniel Aladiah disse...

Querida Moonlight
Um dia será... a rir talvez não, mas tire-se o chapéu á boa disposição. Obrigado por estares no meu canto.
Um beijo
Daniel

Corina de Oliveira disse...

Muito obrigada por pertenceres aos 100 súbditos d' O Meu Reino da Noite!

Isa disse...

Gostei muito de como contaste este pequeno grande episódio de uma vida, é sempre bom recordar os amigos, recordar momentos que nos acompanham ao longo desta vida.
Temos que levar a vida com sorrisos, menos nos dias maus.

Mas, também te digo uma coisa só a morte nos traz paz de espírito...

Um beijinho
Isa

P.S. Não te esqueças, agora já há mais um signo...

Secreta disse...

Todos os dias são dias bons para morrer...a rir!
:)
Beijito.