segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Um Amor....



Na escuridão, vagueamos perdidos, guiados apenas pela luz daquele amor que nos acompanha. Fazemos ajustes, tentamos guardar dentro de nós o que sentimos mesmo quando tudo o que queremos é gritar bem alto, partilhamos em segredo o nosso amor, as nossas esperanças, com aquela pessoa que não conseguimos esquecer. E esse amor passa a ser acompanhado pela amizade, que o ofusca, pois agora o amor já não tem lugar.





«A tua ausência é, em cada momento, a tua ausência.
não esqueço que os teus lábios existem longe de mim.
aqui há casas vazias. há cidades desertas. há lugares.
mas eu lembro que o tempo é outra coisa, e tenho
tanta pena de perder um instante dos teus cabelos.
aqui não há palavras. há a tua ausência. há o medo sem os
teus lábios, sem os teus cabelos. fecho os olhos para te ver
e para não chorar.»

                           José Luis Peixoto;"a tua ausência é, em cada momento, a tua ausência"



9 comentários:

Lídia Borges disse...

José Luís Peixoto tem um pacto misterioso com a palavra. Ela cresce na sua voz e espalha uma magia única de singeleza e profundidade.

Muito bonito!

Sus disse...

Excelente escolha literária.
É verdade, às vezes o amor transforma-se em amizade...

Beijinhos

Diana Carla disse...

ai ai...que lindo texto...esse amor...essa ausência!!!

bjinhus...

Corina de Oliveira disse...

Lindo :)

Vento disse...

Querida Moon

E assim se escreve amor

Beijo

lynce disse...

É só para te dizer obrigado pelas tuas palavras tão reconfortantes.
Beijinhos

Palco Mudo disse...

Fiquei com lágrimas nos olhos... acho que disse tudo!!

Beijosss

Secreta disse...

O Amor quando se transforma em amizade, renasce sobre outro ponto de vista.
Beijito.

Unknown Artist disse...

É pela saudade que muita vez sinto bater meu coração!
Obrigado pela visita e pelo voto de confiança :D
Beijinho