terça-feira, 30 de novembro de 2010

Novembro...

Não sou fada,mas vivo num conto.
Às vezes, digo-me que sou ainda criança
Que importa os meus anos....
O feitiço que me lanças-te foi enorme
Tocou no meu peito
E deixei que fizesse enfeito
Agora só resta a lembrança
Não sinto mais o teu amor
 Vivo sem pisar no Amor, como que  levitando.
Gostaria de me tornar  fada
Neste conto que perdeu
Todo o seu encanto.

                                  Moonlight

Dizem que a lua cheia de Novembro, é a Lua do Castor

As armadilhas para o castor eram colocadas durante esta altura,antes que as aguás congelassem e assim houvessem peles em abundancia para os meses frios que se avizinhavam.
Para algumas pessoas a Lua do Castor é a ultima oportunidade para fazerem alguma coisa que quiseram fazer mas adiaram,antes que o peso do Inverno se abata sobre elas.

....Há uma promessa de felicidade algures por aí.
Sei que sim.
Por vezes,consigo senti-la.
Mas é como tentar agarrar a Lua,quando penso que a vou apanhar,ela desaparece no horizonte.Fico desgostosa e tento seguir em frente,mas depois a malvada regressa na noite seguinte,dando-me de novo esperança de a conseguir agarrar....

                                                Como foi que te perdi,ao longo do caminho....? 





17 comentários:

Sus disse...

A felicidade é assim, quanto mais a procuramos mais ela parece fugir-nos, o melhor é fazer de contas que não lhe ligamos, ela voará em nossa direcção como uma borboleta...

PS: não perdeste, apenas tens de seguir em frente, a vida é um constante (re)nascer.

Beijos!

Fê-blue bird disse...

Minha querida:
Ás vezes o que pensamos ter perdido é apenas a vida a dar outra oportunidade de encontro.
O mês vai mudar, Dezembro não trará outro luar ?

beijinhos

Tatá disse...

gostei de tudo daqui, saeu blog traduz imaginação e beleza!

saudade disse...

Que sejas a fada mais bela desse conto, e que este não perca o seu encanto, só assim faz sentido...
Saudade

Cadinho RoCo disse...

Existe o momento da perda tal como existe o momento do ganho. Bom que estejamos prontos para ambos.
Cadinho RoCo

lynce disse...

Um dos sentimentos mais perturbadores que existe é o sentimento de perda. São poucos os que ainda não foram visitados por esse inquilino, que teima em ocupar-nos a alma, trazendo-nos tristezas, destruindo os sonhos, desanimando-nos na caminhada, desfalecendo as forças e matando-nos a esperanças.
Mas há que ser fortes e pensar um pouco mais em nós mesmos.
Gostei do teu texto. Beijinhos e bom feriado.

Adenda:
O meu comentário até parece o de uma pessoa forte, o que, convenhamos, não correponde minimamente à realidade, a verdade é que, também eu sou bastante frágil.

Sonhadora disse...

Minha querida

Hoje estou passando para te oferecer o meu selinho de 400 seguidores, uma comemoração de amizade, e eu considero-te amiga.

beijinhos com carinho
Sonhadora

Lua Nova disse...

Tudo na vida tem dois lados... se para os homens a Lua cheia de novembro era importante, para o castor era aterrorizante... rsrsrrs
A Lua não pode ser capturada, aprisionada por qualquer um de nós... entretanto, ela se dá a nós todas as noites em todo seu esplendor. Assim é o amor... não podemos perdê-lo pois ele não se deixa possuir... entretanto, se dá a nós se o aceitarmos e o cultivarmos na alma. Confie no amor... quando menos esperamos, ele surge em nosso coração e nos toma completamente, nos fazendo magicamente felizes...
Assim será... é o que te desejo nessa Lua Crescente que é especial para pedidos e para começar o que se queira que prospere.
Beijokas.

Pensador disse...

Moonlight, querida,
Tentar alcançar a lua é alimentar ilusões. E isto é péssimo sempre.
Viver, a cada dia, o que ele tem de especial, encontrar o especial na dura e fria realidade, isto faz da vida algo melhor.
E, quando menos esperar, a lua, esta invejosa, virá para te espiar...
Um beijo, e um uivo!

Lita disse...

Minha fada Madrinha...
a felicidade está aí... não é promess é real, como é real que a lua está sempre lá...
És linda...e vais ser muito feliz!
O amor está entre o por do sol, e o luar, basta apanhar o momento certo..

Um beijo desta tua grande Amiga, para as duas princezas do meu conte de fadas..
Lita

segredo disse...

nao corras atras da felicidade procura-a onde menos a esperas... ela existe em tanta coisa a k nao damos valor!

Beijinho de lua*.*

Corina de Oliveira disse...

Tem uma excelente semana :)

Bjinhus*

*lua* disse...

Moonzinha querida, agradeço aqui de todas as maneiras, teu carinho a mim disposto de forma tão graciosa, que posso sentir o calor de teu abraço(e preciso disso). Te ler é sempre encharcar meus olhos, mesmo que neles não contenham uma única lágrima, mas pq então sinto minha alma arder? aquele ardidinho que antecede o choro. Talvez esse sentimento de perda que falas, pessoas especiais que nos tornam crianças ... mas saem pelos fundos como tolos adultos, quebrando nossos contos de fadas ao meio. Sonhar ainda é o melhor caminho ... quem sabe, alguém queira virar criança olhando para teus olhos inocentes e amorosos!
Beijo bem doce para ti.

Secreta disse...

Faço minhas as tuas palavras, porque sinto exactamente o mesmo...
Beijito.

maria teresa disse...

Quando menos esperamos o AMOR reaparece...espere que para si volte bem depressa.
Abracinho meu.

Lua Nova disse...

Por onde vc andas, mocinha?
Saudades! Espero que vc esteja bem e feliz.
Beijokas.

Edu disse...

Quanto tempo leva alguem a fechar a prota do sorriso que deixei aberto?
Amiga conta me historias alegres para eu poder apanhar o sorriso que deixei cair