quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Aquilo que eu amava



È longa e demais a tua ausencia...
È penosa e triste a minha espera...em vão.
Entreguei nas tuas mãos e no teu mais brilhante e doce olhar... o meu coração.
Perdi-me em momentos que jamais pensei voltar a viver,
Se eram suficientes?
Nunca é suficiente demais,o que desejamos com tanta intensidade.
Nunca é suficiente demais,para o grandioso sentimento que nasce cá dentro.
Mas eu me contentava...
Mas eu sempre te esperava...
E um dia até ganhei forças e fui vencedora de mim mesma...
Ultrapassando os meus obstáculos,com a força que sentia.
E porquê?
Porque acreditei no Amor.
Porque acreditei que um dia poderiamos ser, um só.
A perfeita uniam de duas almas, que já se conheciam...
A finalização de algo que começara muito antes de nos conhecermos.
Mas tudo foi....em vão.
Perdemo-nos nas palavras que nunca dissemos ou que  nunca soubemos entender como tal...
Eu...fiquei á espera...
Voei alto demais...queimei as minha asas no intenso brilho do Sol.
Caí....e não mais me consegui levantar,esperei que me viesses buscar...
Que me procurasses...
Minhas asas poderiam ter crescido de novo com a força do teu Amor...
Só mais tarde entendi.
Só mais tarde precebi,que eras a outra parte de mim.
Que naquele dia, em que vi um ponto brilhante em ti.Sube que eras a outra parte de mim...
Hoje consigo entender,consigo viver sem procurar,apenas aceito.
Todos nós,nalgum momento das nossas vidas,nos cruzamos com ela e reconhecemo-la.
Eu reconheci,pelo brilho dos teus olhos,desde o primeiro dia que te vi.
Ainda sinto o teu toque...
Vislumbro o teu olhar...
Sinto o teu cheiro...
Tenho o teu sabor...

"-As pessoas dão flores de presente porque nas flores está o verdadeiro sentido do Amor.
Quem tentar possuir uma flor,verá a sua beleza murchar.
Mas quem apenas olhar uma flor num campo,permanecerá para sempre com ela.Porque ela combina com a tarde,com o pôr do sol,com o cheiro da terra molhada e com as nuvens no horizonte.(...)
(...)Que nunca serás minha meu,e por isso ter-te-ei para sempre.Foste a esperança dos meus dias de solidão,a angustia dos meus momentos de dúvida,a certeza dos meus instantes de fé.
«Porque eu sabia que a minha Outra Parte chegaria um dia »(...)

                                                                                                       Paulo Coelho-Brida


6 comentários:

Isa disse...

Lindas estas palavras como sempre...
São caminhos que percorremos sempre na esperança de encontrar...
Tudo se faz quando se ama e com o tempo aceitamos,mas a dor não
desaparece, fica encoberta por momentos
Quem ama sente...
Quem ama chora...
Quem ama espera...e por vezes desespera.

Bjs.

Isa

Sonhadora disse...

Minha querida

Apenas me li no teu belo texto...nele está o que sinto.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Sammael the Morning Star disse...

há coisas que ficam para sempre...eternas...por muita luta que tenhamos nunca desaparecem.


bj

Lynce disse...

Agradeço o teu comentário. Acredita que o único motivo que me fez parar foi exactamente o facto de não ter o tal tempo disponível para manter o blogue actualizado. Acredito que, se um blogue não for actualizado periódicamente, perde todo e qualquer interesse.
No entanto, esta pausa não significa o abandono, conto muito em breve recomeçar nestas lides blogueiras.
Beijinhos, oh simpática e até já.
:)))

Dark angel disse...

Há coisas que acontecem sem ter que acontecer, outras não acontecem quando poderiam ter acontecido.

Palavras fortes e sentimentos ainda mais fortes, acontecem porque já tem que ser. Há coisas que não são tangíveis e nos fogem à percepção.

Eu li esse livro, como quase todos desse autor. Bela escolha. E lindas palavras, como sempre Moonlight... *

Sus disse...

Texto forte este teu!
Cheio de sentimento, mas a vida é assim, as coisas acontecem quando têm que acontecer, ou não... e tantas vezes não damos por elas.

Beijinhos
Bom fim de semana