quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Visivélmente...invisíveis.

Existem certas coisas que me deixam a pensar...,

Chego á conclusão que retirando o pequeno circulo em que nos movemos -familia,amigos,conhecidos,somos invisíveis quase todo o tempo.
Nas decisões que tomamos,e não contam para nada,nas opiniões que emitimos,e se perdem na confusão de opiniões possiveis,na relação que temos com o virtal e as pessoas virtuais,na relação que temos com as pessoas que trabalhamos,enfim....em quase tudo.
Lembro-me dum heroi de um filme.Lembram-se?Aquele sujeito envolto em faixas como as múmias dos faraós,que uma vez retiradas o deixam sem limites,de poder fazer e estar onde bem entender.
Para ser visível precisa de uma gabardine,uns oculos escuros e um chapéu.Mas o ser visível torna-o logo numa personagem lamentávél.Enquanto que quando é invisível é um prefeito herói,com poderes invejáveis.
A visibilidade transforma o poderoso homem invisível num ser solitário e vulnerável.
Curiosamente acho que hoje em dia,a nossa dimensão de invisíbilidade é muito maior do que gostariámos de admitir.
Utilizamos este mundo virtual para termos companhia...para desabafarmos as nossas magoas ou alegria...para sermos poetas ...para encontrarmos respostas ás nossa questões interiores...enfim uma serie de coisas e somos numeros macanograficos,funções,perfis,,absolutamente substituiveis e completamente invisíveis.
Feitas as contas a maior parte das vezes damos conta que somos e valemos para certas pessoas,exactamente...Nada!
Até ,hoje em dia andar na rua parece que somos invisíveis para quem se cruza conosco ou se senta no banco em frente,ou ao nosso lado a comer,perdendo o olhar no infinito que por acaso,coincide muitas vezes com o lugar em que está a nossa cabeça tambem.
Mas isto não vos leva por vezes a pensarem...
Será que hoje em dia já não existe compaixão entre as pessoas...será que não passamos de meros seres invisíveis.
Tanta invisíbilidade,faz-me sonhar com uma visíbilidade qualquer.
Nem que seja por um simples sorriso....um simples"bom dia"...um simples"obrigada"...
Tantas coisas simples que poderiam tornarmo-nos um pouco mais visiveis.
Até mesmo neste mundo virtual,sem rosto em que a maior parte das vezes somos invisiveis,mas reconfortamo-nos e tornamo-nos naqueles"amigos" do dia a dia...nos tornamos de um momento para o outro....visívelmente....invisíveis.....
Puf............tudo se acaba!
Hoje em dia parece que cada um utiliza as pessoas, só quando lhe interessa....
Só somos visíveis quando interessa...mesmo que continuemos...invisívelmente,visíveis!



22 comentários:

Angel in the dark disse...

Este teu texto tocou-me profundamente, tenho de subscrever cada palavra tua... tantas vezes isso nos acontece no dia a dia.
Beijos

Fê-blue bird disse...

Amiga:
Um texto bem invisível e tocante.
Quantos vezes já me interroguei sobre o meu papel aqui, nesta invisibilidade que nos protege mas também nos fragiliza.
Sou bem mais velha, mais experiente portanto, mas tenho as mesmas dúvidas e questões ainda por decifrar.
No entanto uma coisa aprendi com o passar dos anos, faço o que me dá prazer e tento ser diferente na invisibilidade, umas vezes dou-me mal, mas a maioria das vezes consigo ser visível e receber um sorriso.
Beijinhos virtuais mas sentidos.

*lua* disse...

Ah moonlight querida, somos invisíveis, mas no fundo somos tão parecidos ... como por exemplo esta tua reflexão que também, não tão estruturada como tua, mas peguei-me a pensar olhando pessoas num metrô. Somos iguais ... nos diferenciamos só no tempo, uns estão apenas um pouco na frente, pois se estiverem muito, sairão logo daqui ... e voltarão ... crianças novamente, atrás de nós em idade talvez, mas na alma poderá já estar carregando muitas vidas, mas chegaremos lá, sentiremos o que ele sentiu, descobriremos o que ele descobriu e outros atrás de nós também saberão um dia o que sabemos hoje e assim, todos somos iguais e por que não visíveis uns aos outros, pq essa tendência de sempre colocarmos barreiras de diferenças ... Ai viajei né ... pois é, olha o que teus devaneios fazem comigo (rs) Beijo minha flor!

Secreta disse...

OLá!
Pois é, não podia estar mais de acordo com as tuas palavras. Nós temos apenas o valor para os outros que eles nos querem dar. Tanto somos visiveis como invisiveis, e não propriamente porque isso dependa de nós.
Beijito.

Patrícia disse...

visivelmente invisiveis ou invisivelmente visiveis.... somos seres especiais que merecem atenção de alguém...

Diana Carla disse...

nossa acho que este texto vai de encontro a tantos questionamentos que venho me fazendo..fui lendo relendo e refletindo sobre mim sobreas pessoas, sobre esse mundo visilvelmente... invisivel!!!

otimo texto!!!

bjinhus...

saudade disse...

Por vezes até a nós proprios somis visivelmente invisiveis....
Beijo
Saudade

Pensador disse...

Moonlight, querida!
Uma reflexão interessante, esta.
Mas ainda temos uma vantagem. Podemos ao menos tentar ser "visíveis". Mesmo que seja apenas uma tentativa patética.
Mas quantas pessoas, todos os dias ao nosso lado, por mais que tentem continuarão "invisíveis"?
Um beijo, e um uivo!

Vento disse...

Querida Moon

Eu procuro estar constantemente invisível, por isso sou o "Vento".

Beijo

lynce disse...

Gostei muito do teu post e faço minhas as tuas palavras. Mas também gostaria de deixar aqui bem claro que uma das minhas caracteristícas é gostar de ser invisivel. E faço de tudo para o ser. A invisibilidade torna-nos mais fortes, mais resistentes e, sobretudo, mais imprevisiveis. Tenho dito!
Beijinhos para ti, minha querida amiga do virtual, com o desejo de que passes um excelente fim de semana.
:)))

Laura disse...

Minha querida!
Não eu que apesar de surda, gosto de falar com as pessoas, seja no autocarro se for alguém ao lado(depende de quem for...) na rua se passar e me olharem e eu olhar, um sorriso sai sempre, sou sorridente por natureza, também reparo nisso, passamos por tanta gente e somos realmente invisíveis..paciência, cada um faz como quer, mas eu detesto essa solidão obrigatória para quem vai na rua e tem de ir calada sem sorrir...façamos por isso.
Um beijinho da laura

Sammael the Morning Star disse...

"Feitas as contas a maior parte das vezes damos conta que somos e valemos para certas pessoas,exactamente...Nada!"


principalmente quando lhes oferecemos tudo o que temos...e isso doi!


bj

bfs

sonho disse...

Minha querida eu penso que hoje o que leva as pessoas a estarem umas com as outras é um conjunto de interesses...quando estes acabam...resta nada...e tornamo nos invisiveis...infelizmente
Beijo d'anjo

segredo disse...

Por vezes ate para a familia e amigos somos invisiveis...
Gosto de passar invisivel a maior parte das vezes.

Beijinho de lua*.*

Sonhadora disse...

Minha querida
O teu texto relata uma realidade infelizmente real.

Deixo o meu carinho e um beijinho.

Sonhadora

Dark angel disse...

Pois, Moon, pois!
Reitero e sublinho cada linha tua...

Beijo grande...

A.S. disse...

Perdi-me nas tuas palavras, afundei-me nelas... e nelas naufraguei com prazer!


Beijos
AL

Daniel Aladiah disse...

Querida Moonlight
Pois, raio de lua invisível :)
Somos essencialmente egoístas, é sabido. Talvez devamos fazer um esforço para olhar mais o outro, mas isso só nos torna visíveis quando fazemos algo por ele. Logo, somos de utilização descartável, até naquilo que supunhamos eterno, como o amor. Mas, como sou optimista, penso sempre que nos vamos vendo :)
Um beijo
Daniel

A Palavra Mágica disse...

Moonlight,

Há uns anos atrás eu estava no alto de um prédio com uma amiga. De lá víamos as pessoas bem pequeninas andando nas ruas. Eu disse-lhe: Olha aquelas pessoas, nem imaginam que estamos aqui. Será que com Deus também é assim, ele vê, mas deixa que tomemos as decisões?

Ela também questionou isso.

Portanto, fisicamente não somos invisíveis, principalmente depois dos celulares e internet.

Quanto aos amigos virtuais... eu não tenho. Explico: quando a gente fala em virtual, parece que não existem, mas para mim quem está teclando do outro lado tem alma, sentimento, coração. Portanto, para mim não são virtuais, são reais, mesmo que eu não os tenha visto em lugar algum.

Deixando de lado os aproveitadores, pessoas que querem apenas sexo, pedofilia etc, acho que as relações na NET são humanas. Como você sabe, eu gosto muito de comentar as coisas fazendo referência a músicas que conheço, então reforço o que disse com a música do Oswaldo Montenegro: "A nossa solidão é a do planeta/ É a mesma, eu sei".

Sendo assim, amiga Moonlight, para mim você é visível. Te vejo em seus textos.

Aliás, aqui no Brasil é primavera, então, lá vai mais uma música:

"VEJO FLORES EM VOCÊ!".

Beijos!
Alcides

maria teresa disse...

Tem tanta razão neste seu desabafo.
Os humanos deixaram de o ser...chego a duvidar se até olham para si mesmos.
Entristece-me pensar no que escreveu mas é tudo tão verdade.
Abracinho

Isa disse...

Olá,
Não consigo parar de ler este texto, tão verdadeiro, tão cruel...
Somos tantas vezes invisíveis... Quem nos vê ?
Só o tempo consegue fazer com que fiquemos visíveis outra vez.
De uma coisa tenho a certeza, nunca é em vão aquilo que sentimos ou que fazêmos.
Tanta sensibilidade... por vezes somos visíveis.

Um bj.

Isa

Fê-blue bird disse...

Há momentos na vida, em que se deveria calar e deixar que o silêncio falasse ao coração, pois há emoções que as palavras não sabem traduzir!
Jacques Prévert


beijinhos e
Bom fim de semana