quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Lua prenunciadora


"Tenho fases, como a Lua; fases de ser sozinha, fases de ser só sua."

                                                                                               Cecília Meireles

Quem me conhece sabe que assim sou.
Umas vezes flor outras nuvem
Umas vezes estrela outra mar.
Sempre estou presente mas sempre que me apetece fugo.
Sou Ar e Terra
Sou Fogo e Agua
Sou turbulencia e vezes sem conta calmaria
Sou onda bravia
Sou mar e cheiro forte de maresia
Sou tanto e tão pouco
Tenho tudo e nada tenho
Perdi-me ,achei-me
Sempre só e acompanhada.
Sou inverso e reverso de tudo que ficou por dizer e fazer.
Sou presente vivido em serenidade e vagarosamente
Serpenteio por entra a vida
Sem querer descobrir o que me reserva...
Gosto de simplificar as coisas e poder sentir todas as sensações
Que me fazem sentir viva.
Deitada aprecio as nuvens e em suas formas invento
Histórias de encantar
Descalça sinto o prazer da relva fresca nos meus pés
E danço...danço por entre o vento suave
De braços estendidos ao céu, fecho os meus olhos ao mundo.
Porque já nada importa....
Já só me resta viver...

9 comentários:

*lua* disse...

"De braços estendidos ao céu, fecho os meus olhos ao mundo.
Porque já nada importa....
Já só me resta viver..."

Pois o essencial é invisível aos olhos, até que cada dia possamos tirar nossas vendas ... tenho medo de não conseguir a tempo ... mas como o tempo não existe, deixo para que minha alma sinta a agonia do nada até que ela não mais resista e abra meus olhos em um tempo qualquer !!! Beijo Moonlight, adorei a música!

Lady Morphyna 643 disse...

Ai que texto lindo de Cecília Meireles!
Adoro seu blog!

Bjs na alma!

Sonhadora disse...

Minha querida amiga
Um poema muito lindo...adorei.

Sou tanto e tão pouco
Tenho tudo e nada tenho
Perdi-me ,achei-me
Sempre só e acompanhada.

Como estas palavras falam de mim.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Angel in the dark disse...

Hoje as tuas palavras sussurram-me tantas coisas ao ouvido...
Beijinhos
Angel

Vento disse...

Querida

E...
que seria de mim sem ti
por aqui...

És muito mais do aparentas,
és um raio de luz que brilha no escuro.

Beijo

Lu Nogfer disse...

Lindas palavras,amiga!

Voce é a Lua!
É linda e brilhante como é,mesmo entre nuances!

Beijo carinhoso!

maria teresa disse...

E VIVER não é a coisa mais importante do mundo?
Abracinho

Pensador disse...

Mulher de Fases
Raimundos
Composição: Rodolfo / Digão / Fred / Canisso

Que mulher ruim
Jogou minhas coisas fora
Disse que em sua cama
Eu não deito mais não
A casa é minha
Você que vai embora
Já pra saia da sua mãe
E deixa meu colchão

Ela é pró na arte
De pentelhar e aziar
É campeã do mundo
A raiva era tanta
Que eu nem reparei
Que a Lua diminuía

A doida tá me beijando a horas
Disse que se for sem eu
Não quer viver mais não
Me diz Deus, o que é que eu faço agora?

Se me olhando desse jeito
Ela me tem na mão, meu filho aguenta
Quem mandou você gostar
Dessa mulher de fases?

Complicado e perfeitinha
Você me apareceu
Era tudo que eu queria
Estrela da sorte
Quando a noite ela surgia
Meu bem você cresceu
Meu namoro é na folhinha
Mulher de fases

Põe fermento, põe as bombas
Qualquer coisa que aumente
A deixe bem maior que o Sol
Pouca gente sabe que na noite
O frio é quente e arde e eu acendi

Até sem luz dá pra te enxergar
O lençol fazendo congo-blue
É pena, eu sei amanhã já vai miar
Se aguente que lá vem chumbo quente


Um beijo, e um uivo!

Lua Nova disse...

Moonzinha...

Acho que tua almazinha anda meio sofrida, magoada...
"...Sou turbulencia e vezes sem conta calmaria..."

Na turbulência nos tornamos insensatos... busca a tua calmaria pra dar a tua alma uma chance de se reestruturar e perceber sua grandeza... está tudo escrito nessa poesia... mais nas entrelinhas do que nos versos...
Meu carinho.
Beijokas.