quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Palavras soltas ao Vento

Há caminhos que nos levam a tantos sítios...

Há palavras que nos magoam e outras tantas que nos enaltecem...
Há implusos que nos ditam sentenças...
Há momentos que nos plantam sorrisos e sensações de que já nem nos lembravamos....
Hoje senti vontade de gritar...soltar palavras ao Vento...
Em desabafo...
E já nem me importo se alguêm as encontrar...
Porque já é só de saudade que visto o meu pensar...
Quando tenho que á realidade voltar.
Sem sequer, de ti, ter que me despedir....

14 comentários:

A Palavra Mágica disse...

Moonlight,

Às vezes, e são muitas, é necessário gritar. Se é preciso, grite.

Beijos!
Alcides

Lua Nova disse...

Quando as coisas começam a tomar volume dentro de nossa alma e o coração se sente oprimido, a ansiedade nos aflige e, muitas vezes, nem sabemos direito o porquê. Talvez "tudo" seja o problema, talvez "nada", talvez o acúmulo de ambos nos momentos errados. Sei lá. A verdade é que gritar alivia a tensão. Por isso eu uivo pra lua... rsrsrrsr
Não te quero triste, Moonzinha! Grita um pouco e pronto!
Beijos.

Angel in the dark disse...

Grita se esse grito aliviar as saudades de que se vestem o teu pensar!...
Beijinhos

PS: entre nós elimina o voçê. :P

segredo disse...

Grita,"explode",mostra o k sentes sem medo ou receios.

Beijinho de lua*.*

Unknown Artist disse...

Pensa assim,
são tão crueis as despedidas =P

Beijinho =)

maria teresa disse...

As palavras dizer tanto mas também podem dizer meuito pouco.
Este seu poema diz muito...
Abracinho

Sonhadora disse...

Minha querida
Solta o teu grito de dentro da alma.
Faz bem.fica mais leve,

Beijinhos
Sonhadora

Anónimo disse...

Moonlight, solta o grito que se prende entre as cordas vocais, deixa aliviar um coração comprimido...

Faz com que ele se agite e liberte em palavras...

Optimo fim-de-semana

*lua* disse...

Querida Moolight, feliz por rever-te e sentida por esta saudade tão cortante, parece acontecer até mesmo quando perto do objeto de saudade, e começa a corroer o peito do momento que se adianta teu pensamento no adeus que nem poderá ser dado ... ai dolorido! Beijo no seu coração e ótimo final de semana!

Vento disse...

Solta as palavras no vento, tenho a certeza que alguém as vai ouvir.

Vive sem medo

Beijo

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Por vezes até o vento nos retribui o grito que julgáramos oco.

um gd beijinho amigo

Amiga do Cafa ( Celamar ) disse...

De vez em quando é bom gritar.]
Soltar nossos demônimos interiores.
O importante é ter feito bem.

Boa semana !
Beijão

Isa disse...

Grita, grita bem alto... ás vezes só assim nos podemos sentir livres.
Faz libertar o nosso coração... podem ser poucos os minutos de liberdade, mas depois tudo parece mais fácil.

Um beijo,

lynce disse...

Adorei o teu poema. Curto mais muito profundo.
Beijinhos, minha amiga do virtual.
:)))