quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Lua cheia de Agosto

No meio da singela conversa,tocou-lhe no rosto e disse-lhe;
Por muitos anos que passem jamais me hei-de esquecer de ti!Nunca!
Catarina sabia-o...
Nunca o esquecera....nunca iria esquecer os verdadeiros momentos de um Amor proibio e verdadeiro.
Sem exitação respondeu-lhe;
Eu sei....tambem nunca esquecerei....
O dialogo continuou no meio da conversa banal, que algumas vezes, como aquela ainda mantinham,apesar de na realidade se ausentarem deles propios e voltarem aos sitios secretos onde era costume se encontrarem no passado.
Uma vez mais ele misturou as palavras...
Tenho saudades...nossas
Eu...tambem...
Suavemente,como era seu hábito,ele pediu-lhe,
Decifra-me a tua saudade....
Sem mais palavras disse-lhe com um simples sorriso no rosto...

Para mim a saudade,que por muitas vezes sinto, designo-a, pela lágrima que fica semi presa no canto do meu olho...entre as minhas pestanas, e o replandescente sorriso que me ilumina o rosto...é aí que mora a minha saudade de ti...

Ele sorriu...,
E uma vez mais o tempo demorou a passar nos seus olhares....
Ao fim de um certo tempo,despediram-se como dois simples amigos e seguiram o seus caminhos oposto, até um proximo dia que houvesse um tempo a mais, para de novo se sentarem na esplanada e conversarem como dois singelos amigos.
Nos olhos deles,nos pensamentos....recordavam-se sempre....com muita saudade e alegria.
Sempre.... enquanto ele,por vezes cantarolava uma certa melodia....

12 comentários:

Sammael the Morning Star disse...

se soubesses como compreendo este texto...como me tocou!!!a vida às vezes é ingrata...nem a saudade deixa ficar!!!!que é o que mais me magoa...eu não sentir saudade!



bj

Sonhadora disse...

Minha querida
Um texto muito sentido, realidade de vida...saudade de nós apenas é o que sentimos nesses momentos.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Dark angel disse...

Pois, Moonlight, pois... Tu sabes.

Beijo*

Whispers disse...

Moonlight.
Que bom que as recordações de um amigo/amor, são momentos para a catarina recordar.

A vida não é feita só do nosso próprio umbigo.....olhar mais a frente é algo que nem todos o sabem fazer.......anda metade do mundo tentando .....,a outra metade,pena...!
Ainda é agradável saber que existe certas recordações ao longo da caminhada desta vida.
Beijos
Rachel

Diana Carla disse...

nossa como é bom passar por aqui e encontrar um texto assim!!

lindo..lindo!!!

PS: tem selinho para você no esconderijo...passa lá!!

bjinhus...

sonho disse...

Ai minha querida como me vi neste teu texto...dois amigos...que um dia o amor uniu...e depois...chegam essas pequenas conversas com vontade de mais...mas que a razão diz que não...
Beijo d'anjo

maria teresa disse...

Saudades doçura e dor...
Abracinho

*lua* disse...

Ai ai ai, não estou bem para ler tal magnitude ... desabei de novo!!
Beijo

Vento disse...

Querida Moon

A Catarina fascina-me cada dia mais, a sua ternura e dedicação faz-me pensar que estou perante uma mulher perfeita.

A musica é o complemento de uma grande mulher.

Beijo ao luar

A.S. disse...

Moonlight...

Tenho saudades do teu luar...

BjO´ss
AL

Impulsiva disse...

Nossa querida Moonlight, que melancolia teu texto me trouxe...e já não me espanta que tu sempre escreva assim, com tanto sentimento...
Já estava com saudades daqui!
Beijos,
Kenia.

Pensador disse...

Moonlight, querida amiga,
Tenho percebido a Catarina um tanto melancólica nos teus textos.
Talvez seja hora dela abrir-se a novas amizades, novas possibilidades. Não criando expectativas, mas considerando que tudo o que vier seja lucro.
Que sabe, de repente, ela perceba que pode, sim, ser mais feliz?
Um beijo, e um uivo!