quinta-feira, 8 de abril de 2010

História VIII

Estava um dia quente de Primavera,como aqueles que outrora foram risonhos e felizes junto a quem mais desejava.
Sentou-se naquele areal quase deserto e enterrou os pés, naquela areia macia e fria, molhada pela agua salgada do mar.
Ficou apenas apreciando o momento,apreciando a sua filha correr de alegria para lá e para cá, brincando com as pequenas rebentações do mar que morriam á beira mar.
Que beleza... de cenário aquele.
Que beleza ...é a alegria de uma criança que brinca.
Que beleza... é a vida de uma criança, que quando são felizes,tudo se simplifica á inocência de qualquer momento.
Sorria de prazer de assistir a tamanha beleza, tão simples.
Sorria por poder usufruir de momentos assim dia após dia e assimilou uma vez mais que não conseguiria viver sem ela,um unico momento que fosse.
O sol quente e a brisa suave que tocavam em seu rosto faziam-na recordar alguns minutos de felicidade atras no tempo ,não como Mãe mas como Mulher....e eram esses momentos que faziam seus olhos se encherem de aguá salgada.
Uma mistura de sentimentos brotaram de seu peito, um misto de alegria e tristeza...
Principalmente quando se questionava se teria tomado a desição mais certa....o afastamento....
Mas a sua vida era complicada demais para poder deixar alguêm esperando por si,principalmente se não tinha certeza se esse alguêm quereria mesmo esperar....
Um riso alto de criança absorveu seus pensamentos e deixou-os perdidos naquele instante momento.
Levantou-se deu a mão a sua filha e as duas correram em direção ao final daquela praia que jamais parecia ter fim.Rodopiaram....dançaram....rebolaram na areia mais quente e seca....e riam de nadas que traziam a maior felicidade...
Perdia-se a condição de Mulher novamente e permanecia apenas na condição de Mãe,essa sim era a mais importante...um dia...,um dia mais á frente, ainda distante, quem sabe se um dia....voltaria a ter esse alguêm ainda a seu lado e aí conseguisse por fim ter novamente a condição de Mulher novamente....e voltasse a recordar como é o Amor verdadeiro entre um homem e uma mulher.Sabia perfeitamente que era um risco que corria,mas neste momento,não poderia oferecer promessas dum tempo que não sabia como iria ser...
E ambas correndo naquela praia,continuavam rindo e brincando, como ambas fossem duas crianças em que a inocência fazia parte das suas vidas.
Molharam os pés e saltavam de alegria enquanto o tempo passava e deixava marcas fundas no sentir.
Dentro do coração de alguêm que ainda continuava do outro lado com carinho e doçura, marcava uma presença ausente largando esperanças incognitas,mas que conseguiam  tranpôr a barreira do impossivél e alegrar um coração dorido e solitário de uma Mulher...

17 comentários:

Secreta disse...

AMbas as condições demasiado importantes , para passarem "ao lado". Completam-se e precisam-se.
Beijito.

Lynce disse...

Parabéns pelo excelente post. Assim como para a música de fundo. Adorei!

Beijinhos.

Oculto disse...

Querida Moon

A tua força é uma luz brilhante que ilumina tudo aquilo que te rodeia.

Beijo

Moonlight disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Moonlight disse...

Secreta

Por vezes na vida temos que tomar decisões bastante dificeis.De certo que as tomaremos como sendo as mais certas.

Bjinho cheio de luar
««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««
Lynce

Obrigada pelo carinho de suas palavras.
A musica é deveras bonita,peguei emprestada do meu querido amigo Oculto,que tem um gosto excelente.
««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««

Oculto

Meu querido amigo, a pureza das suas singelas palavras,transmitem um sentimento de amizade enorme, em mim.
Mas dentro de ti tambem existe uma luz muito forte e bastante brilhante.

Bjinho cheio de luar

segredo disse...

Filho...criança...praia...impossivel haver melhor k ver uma criança brincar à beira mar,um sitio calmante,relaxante.
Beijinho de lua*.*

lynce disse...

Aqui tens o exemplo que citei no outro lado, o simples facto de responderes aos comentários, torna o teu blogue muito mais interactivo.
Beijokas
:)))

ONG ALERTA disse...

Crianças seremos sempre pois precisamos ser leves e sorrir...paz.

Pensador disse...

Lindo post, Moonlight querida!
Que você possa sempre viver a vida como descrito aqui, encontrando a felicidade que existe naquelas coisas simples que tantas vezes deixamos passar sem perceber.
Um beijo, e um uivo!

Sonhadora disse...

Minha querida
Texto sublime de uma verdade e realidade que adorei.
É mesmo assim, Mãe e Mulher, são coisas diferentes.
Lindo

beijinhos
Sonhadora

Whispers disse...

Querida Moonlight,
dar asas a liberdade de se ser feliz.

Caminhar, correr pela vida ao encontro do destino,talvez, um dia quem sabe, na esquina da vida, o amor esta a espreitar.
Mas o amor verdadeiro e esse que ''ela'' segurava mao, entre a sua mao, a mao da filha.
Mil beijos com carinho
Rachel

Hod disse...

Emoções sustentam nossos dias e trazem o conforto em belas recordações. Chamou -me atenção o trecho qeu destado: "Molharam os pés e saltavam de alegria enquanto o tempo passava e deixava marcas fundas no sentir.

Esbelta sombra dos raios de lua.
Contente com sua visita e por seu raio de lua que deixou em minhas atmosferas.

Forte abraço com muitas bençãos.

Alôha.

Hod.

Mara Alves disse...

Olá moonlight,

A minha pascoa támbém foi rodeada de paz e alegria, junto daqueles que mais amo.

Quanto ao teu post, está tão belo.

Na realidade existe uma grande distãncia entre o ser mulher e ser mãe...

O ser mulher temos as nossas responsabilidades, e irresponsabilidades mas delas não depende ninguém, agora ao ser mãe o meu sorriso depende do sorriso daquela criança...

Como sempre as tuas palavras são magnificas.

Angel in the dark disse...

Com o passar dos anos perdemos esse olhar inocente de olhar a vida!

Angel

Whispers disse...

Querida,
so passando para te desejar uma feliz semana, muitos sonhos,paz e amor
Mil beijos
Rachel

Isa disse...

Estou sem palavras, quantas vezes fico sem palavras ao ler os teus textos.
Sinto cada palavra, cada emoção. consegues verdadeiramente passar a mensagem.
Fico mais uma vez a reler as tuas palavras.
Um beijo com carinho para as duas.

Moonlight disse...

Segredo

Concordo em pleno contigo.
««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««
Lynce

È uma verdade e tenho a certeza que será agradavél ler uma resposta a um comentario,mas o meu grande problema por vezes é a falta de tempo.
««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««ONG ALERTA

Sim!
Se quisermos poderemos sempre ser crianças...mesmo que em espirito.
««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««
Pensador

Meu querido amigo obrigada pelo seu carinho e amizade e pelas suas palavras tão lindas para comigo.
Sou uma apreciadora da simplicidade das coisas simples.
««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««
Sonhadora,

São sim duas coisas diferentes.
Mãe e Mulher,apesar de muita gente achar que pode ser a mesma coisa e muito diferente.
««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««
Whispers

Se existem amores verdadeiramente verdadeiros,este é um deles.
««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««
Hod

Obrigada pela suas benções e suas palavras sempre tão lindas de serem lidas.
««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««
Mara

Concordo contigo.
««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««
Angel in the dark

Podemos perder o olhar de assistir á vida inocentemente mas podemos sempre acreditar que olhar a vida com uma certa inocência ajuda-nos a caminhar mais serenamente pela vida.
««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««
whispers

Obrigada tudo de bom para voce amiga minha.
««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««
Isa

Ainda bem que foi agradavél ler-me e que sente a minha mensagem.
Por vezes vimo-nos no escrever doutra pessoa.
Acaba por ser reconfortante,sem explicação.
««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««

A todos bjinhos meus cheios de luar.