quarta-feira, 14 de abril de 2010

(...)

"A solidão desola-me;

A companhia oprime-me.
A presença de outra pessoa desencaminha-me os pensamentos;
Sonho a sua presença com uma distração especial, que toda a minha atenção analítica não consegue definir."

                                                                                                         Fernando Pessoa

10 comentários:

Oculto disse...

Querida Moon

Seja como for e desde que te faça bem a companhia é sempre bem vinda.

Beijo

Lu Nogfer disse...

Nao exatamente hoje mas sei bem definir o que é isso...
As vezes ate em meio a multidao ,sentimos falta de uma unica companhia!

Um beijo querida amiga!
Amo-te

Pensador disse...

Sem dúvida, o Fernando Pessoa é um poeta tão especial que mesmo contradições como não querer solidão e nem companhia nos parecem coerentes...
Um beijo, e um uivo!

Amiga do Cafa ( Celamar ) disse...

Amo a dualidade de Fernando Pessoa !
Que poeta ! Que escritor !
Parabéns pela escolha.
Que a solidão não a deixe cheia de melancolia...e que a sua companhia seja , enfim, suficiente para fazê-la feliz. Encontrando-se no mais lindo luar.
Um grande beijo

lynce disse...

Como outros grandes poetas, não merecem comentários. Seriam peças avulsas. Tenho por mim que poesia não se comenta, apenas se sente. Afinal, algumas roubam-nos a fala.
Beijokas, minha amiga do virtual.
:)))

Angel in the dark disse...

Somos feitos de contradições e Fernando Pessoa consegue por em palavras os sentimentos que tantas se sente.

Beijinho
Angel

Fê-blue bird disse...

Há dias assim...só temos que os respeitar!
Pessoa sempre perfeito!
beijinhos

maria teresa disse...

Neste momento sinto-me um pouco como Pessoa...
Aracinho

segredo disse...

Uma dualidade de sentimentos mto bem descrita. Quantas vezes nos sentimos assim!
Beijinho de lua*.*

Old Bird disse...

fernando pessoa é bem peculiar...as vezes não compreendo seus paradoxos...outras vezes os vivo, pleno.

bjuuuuus