quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Ao encontro do meu Eu

  "Em cada um de nós há um segredo, uma paisagem interior, com planícies invioláveis, vales de silêncio e paraísos secretos. "


                                                                                                                       Antoine de Saint-Exupéry


Quando  estou aqui subo o monte e é inevitável desprender-me de quase tudo o que me liga á terra.
Sinto que ficamos mais perto do céu...Mais perto de nós mesmos.
Já lá no cimo apesar do cansaço da viagem,o ar é mais pesado,mas insustentavelmente sinto-me mais leve.A visão torna-se menos turva e sinto-me crescer-ou simplesmente o que vejo se torna mais pequeno....
È unico este momento a que por vezes me propociono,quando aqui estou.
Momentos que sinto que devem ser apenas e unicamente partilhados comigo mesma.
Essa necessidade acontece quando por vezes olho no espelho e deparo-me com uma imagem reflectida no espelho da existencia.
Olho,volto a olhar,olho de novo e após grande hesitação,recolheço,que sou Eu mesma!
Trata-se de um "Eu" reflectido numa imagem que desconheço ou talvez insista em não reconhecer...
Mas a verdade é que por vezes somos incrivélmente hábeis a fugir de nós mesmos e tremendamente cobardes para nos procurarmos....
Então quando isso acontece gosto de subir o montes e sentir o silencio que se sente e apenas ouvir o meu interior falando comigo mesma....tentando não ser cobarde e tentando me encontrar novamente...
Gosto desta terra....deste sitio que por vezes aqui venho matar saudades...dos amigos...das raizes....


Aqui encantou; "As ilhas dos Açores"   Madredeus

                                                                                                                                    

10 comentários:

Impulsiva disse...

Nossa que coincidência, seu texto fala em outras palavras do que eu escrevi hoje, aquilo que existe dentro de nós e que é extremamente particular...

Achei perfeito quando disseste "Mas a verdade é que por vezes somos incrivélmente hábeis a fugir de nós mesmos e tremendamente cobardes para nos procurarmos....", nem mais...

Foram muito reflexivas suas palavras, eu amei!

Beijos,
Kenia Araújo.m

Oculto disse...

Ser da Lua

Não é fácil voltar a descer o monte depois desse momento perfeito, ali tão perto do céu…

Entre ti e o céu, apenas as nuvens… Basta abrir as asas e voar…

Este é mais um excelente texto, abraço a tua ternura e toda a tua sensibilidade, tudo isso
faz-me pensar o quanto te adoro ler e sentir-te em tão belos momentos como este.

Beijo oculto

F i l disse...

Olá Lua,
Mas que belas palavras que encontrei no teu espaço. Adorei!

Em cada um de nós existem segredos que nós próprios desconhecemos, é uma das maiores verdades que existe.

Beijo*

Isa disse...

Palavras que entram em qualquer um de nós, momentos só nossos, momentos livres de todos, mas que acabam depressa.
Depressa temos que descer desse monte para a realidade.
É claro que descemos mais fortes para enfrentar todas as encruzilhas da vida.
Gostei muito do teu texto... eu poucas vezes subo a esse "monte", tenho que subir mais vezes.
Um beijo
Isa

Braulio Pereira disse...

que poderia fazer
nesta paixâo tua
morro de prazer
abraçado á tua lua


beijos na tua lua!!!

Santo&Pecador disse...

Olá Lua, adorei a sua visita e volte sempre, nunca somos demais, antes pelo contrário muitos somos poucos.
Relativamente a este seu Post está divinal, a sua escrita, também é sentida, ao ler-te consegui viajar até ao "monte".
Existe um sítio em que eu me sinto assim, ou mais ainda (se for possível) é na neve, nos Alpes, onde costumo ir uma a duas vezes por ano, é indescritível. Por muito que escrevamos, ou por fotos que tiremos, nunca conseguimos transmitir tudo o que sentimos naquele momento.
Beijo!

PS: Ganhou mais um seguidor.

Fê-blue bird disse...

Encontrar-mo-nos é a meta a alcançar!
Conseguir fazê-lo é difícil mas consegue-se também , basta não desistir.
Linda paisagem e um texto profundo, gostei bastante!
Beijinhos

Amiga do Cafa ( Celamar ) disse...

É o melhor encontro. Sócrater já dizia : " Conhece-te a ti mesmo". Eis o segredo de tudo.

Belo final de semana !

Sonhadora disse...

Minha querida
um texto muito profundo...gostei muito de ler.

Beijinhos
Sonhadora

Mara Alves disse...

Cara lua,

Tens razão quando dizes que no cimo de um monte nos sentimos mas perto do céu, são lugares magnificos... Eu quando quero desvendar algum segredo, repensar a vida, também vou a um lugar onde se escuta o canto dos passaros, o som do rio, e se sente a brisa pura no rosto.... hummm, tranquiliza tanto, faz-nos renascer...

Como sempre, o texto fantástico...

Beijo