quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Aquilo que mata...por dentro....


Descanso os meus olhos,nos teus cabelos cor de prata e lá vou eu novamente ao encontro do que me mortifica e não me larga....

"...Minha alma cansada....
Dá-me descanso....não precisas de ter mais receio....já não há nada....já não és aquilo que foste....Deixa-me por hoje....Deixa-me descansar pensamento dorido...."

Envelheces-te....o teu coração pregou-te a partida...
Encontro o teu olhar no meu....e sorris para mim....estendo -te a mão....esperas mais bem sei...mas não preciso te falar....conheces-me pelo olhar sabes que não te consigo dár mais que um sorriso....ainda estou ferida....
Sei ,conscientemente que ainda és o que sempre foste...mas estás velho e necessitado da minha ajuda....
É!
O mundo dá voltas e troca-nos as voltas....lembras-te quando eu precisei de ti? Não estavas lá...nunca estives-te....
E aonde estou eu agora?
Aqui!
Bem perto de ti, a um palmo de distancia....estendo-te a mão e ajudo-te a erguer novamente...
Eu um dia levantei-me sozinha.....
Mortifica-me....estas constantes recordações que não me deixam ser o que sou....que me fecham nesta carapaça....
Mortifica-me....não te conseguir perdoar e tu saberes....
Mortifica-me....estender-te a mão, dár-te um afecto....e não conseguir te abraçar....
Mortifica-me lembrar que quando quis um abraço teu...deste-me um empurrão para me afastares de ti....
E tudo isto numa fração de segundo é-te dito com o meu olhar....e tu sabes tão bem....
Mas esta mortificação suaviza com este gesto que te entrego.
A ti,penso que te deva mortificar mais,o não conseguires fazer com que ao fim deste tempo (que foi um recomeço)não conseguires apagar o que ficou dentro de mim.
Mas a convicção que continuas a achar que fizes-te tudo certo....dá-me sempre a confirmação da minha duvida....
Desvio o olhar e dou lugar ás palavras banais.
Essas serão sempre entendidas da maneira mais correcta e sem duvidas e então ficamos e premanecemos com elas...para sobrevivermos....
Deixo lá para traz o pensamento e actuo da melhor maneira que sei fazer....
Temos um pacto de silencio!
E sempre que nos olhamos sei que ambos sentimos ,um temor respeitoso!
Perdoa-me...ás vezes ainda moro lá....

13 comentários:

maria teresa disse...

As incertezas, os desencontros e o desencanto...
Abracinho

Amiga do Cafa ( Celamar ) disse...

O jeito é esperar as voltas que o mundo dá. E são muitas. Não podemos ir contra as nossas vontades. Nossa natureza. Nossos desejos.
Como dizia Vinícius de Moraes : " A vida é a arte do encontro
embora haja tantos desencontros pela vida."
E vamos encontrando, desencontrando, aprendendo a perdoar. Amando e desamando.
O que seria a vida sem isso ?

Adorei a sua lua. Está mais iluminada.

Beijos

Sonhadora disse...

MInha querida

Sem palavras para comentar...demasiado dificeis, essas situações.

beijinhos com carinho
Sonhadora

Edu disse...

Ai ai moon....E que temor deve ser esse ...
Ps:andas cá com uma musica vai la vai.
beijo

Secreta disse...

Há coisas que não se esquecem , atitudes que não mudam , feridas que não saram...
Mas, deixa-me dizer-te que... dares a mao, apoiares... ou a tua simples presença , é uma prova inquestionável da pessoa maravilhosa que és.
Eu não sei se conseguiria...
Beijito.

Mariah disse...

muito triste seu texto...triste como são, na maioria do tempo, as relações famíliares.
sobretudo a respeito do que "não é dito".

Oculto disse...

A envolvência que o teu texto porpociona leva-me a ver o teu olhar, a mágoa que ali reside vai sobreviver ao tempo, jamais será esquecida.

Mas o que tens dentro de ti ultrapassa todas as barreiras.

Beijo

segredo disse...

minha querida,
perdoamos mas nao esquecemos... Contudo tu estás! Deviamos fazer sempre aquilo k a nossa consciencia ditar!
Beijinho de lua*.*

Old Bird disse...

e o perdão não seria uma das varias faces do amor....constirpado e absoluto.

um abraço!

Pensador disse...

Moonlight, querida amiga!
Não tem meios de você imaginar como gostei de ler este post. Tantas verdades... Tanto sentido... Mas o Mais importante, o tesouro do perdão.
Um beijo, e um uivo!

Whispers disse...

Ola querida Amiga!
Passando para te deixar mil e dois beijos.
Que o sol da felicidade te beije.
Rachel

A.S. disse...

Querida amiga...

Todos temos ressentimentos! Mas a grandiosidade de carácter está em saber compreender as atitudes de quem, por algum motivo nos desiludiu...
Pensa nisso!

Beijos...
AL

Unknown Artist disse...

Passa no meu blog :)
já te dei que fazer :P