quarta-feira, 22 de julho de 2009

Distante contigo


Acordei uma noite de um estranho sonho,
era como se uma voz me estivesse a falar,
Longe como algo distante
eu ,levantei-me e disse:
O que queres de mim?
Leva-me para esse distante,
onde me possa perder de mim mesma
Leva-me daqui
onde um dia eu voltarei
a poder sonhar acordada,
Contigo....

6 comentários:

Andreia disse...

Ohhh... que bonito! Mesmo! *

Ricardo Gonçalves disse...

Perfeita conjugação do sonho com a realidade, adorei, simplesmente perfeito.

Isa disse...

Quando os sonhos são bons, queremos sonhar acordados, quando os sonhos são maus, queremos acordar e fugir desse sonho.

De qualquer maneira é bom sonhar.

Um beijo

Isa

Edu disse...

Vozes...ha quem as ouça alegres , e ha quem as ouça tristes.
bjinho

António disse...

Bem regressada!

Dead Porcelain Doll disse...

Perder-nos de nós mesmos? Não convém... só se for para nos acharmos em seguida, ou seja, enquanto andarmos perdidos irmos ao encontro de nós mesmos e do conhecimento que temos a nosso respeito...