quinta-feira, 4 de junho de 2009

Palavras ao vento



Cá dentro,bem dentro de mim... bati asas e voei...
Jamais saberei... porque um dia me aproximei...
Se do certo ou do errado ...talvez me enfeiticei...
Quem sabe se apenas precisava...daquilo que não procurei...
E um dia ...sem esperar te encontrei...

Cá dentro,bem dentro de mim...bati asas e voei...
Para não mais...me encontrar jurei...
Nunca então acordar...fechei olhos e caminhei...
Ao desencontro...de mim mesma esperarei...
Um dia não mais voltar...e não mais amararei...

Cá dentro,bem dentro de mim...bati asas e voei...
Para bem longe daqui...
Para um lugar...
Para um sitio...onde me neguei...
E nunca mais te encontrarei...

6 comentários:

Whispers disse...

Querida Moonlight!
Cá dentro,bem dentro guardaste
Aquilo que te fez sonhar um dia
Dentro do peito ainda leva
Um bocado da magia

Mesmo que tenha sido tudo errado
Tenha sido sonho ou fantasia
Mesmo que não procuravas o que encontraste
Hoje ainda te faz companhia

Bater asas e voar
Tentar esquecer onde ficou
Onde deixamos o coração a sangrar
Por um único e maldito amor

Moonlight,minha querida,tuas palavras São feitas de emoção,São lágrimas de um coração que ainda se sente preso a uma ilusão

beijinhos mil em teu maravilhoso coração
Rachel

†¦-¦¡åGø disse...

"... São palavras apenas
Palavras pequenas
Palavras... momento...
Palavras... palavras
Palavras ao vento..."

Bonito post!

**************************

Não se desculpe. Deixou seu sentimento falar.
Quanto a minha linda, não desistirei, eu a amo! Mulher como ela... nunca vi igual.

VLW!! Come again!

ŁǺи¥ disse...

Vi o que (passei) sinto em suas palavras... espero que futuramente eu (desejo o mesmo a vc) consiga entender que tinha que passar por essa situação que não procurei...

Beijinhus

P.s.: Querida... passando para agradecer o comentário... não precisa se desculpar, gostei do que disse... e pelo visto ele tbm... rs

Amiga do Cafa disse...

Sim, sabemos porque nos aproximamos. Pela vontade de ser feliz. Pela vontade de fazer o outro feliz.
Eis que, um belo dia, descobrimos que a felicidade é ilusória...
é quando batemos asas e voamos para outros caminhos.
Você entende bem de um sentimento chamado AMOR.
Grande beijo !

BC disse...

Quantas vezes me apetece bater asas e voar minha querida, até porque eu gosto de voar, nas palavras.
O poema está muito bonito.
Beijinho

Transcendente disse...

Voltar atrás seria tão bom... Mas só resta o futuro