quarta-feira, 24 de junho de 2009

Barquinho de papel


Como um barquinho de papel...que largo no mar...
Vai(vou)sem destino
Sem direcção
Flutua(flutuo)ao sabor do tempo
De vela(cabelos)ao vento
Vai(vou)ver o dia nascer
Sem correr
Apenas poder sonhar
De alguma maneira
Imaginar...
Que vai(vou)sobreviver
Sem para traz olhar
Acredita que ainda
Existe algo a alcançar...
Leve,como um barquinho de papel...
Quero apenas flutuar....
Sem querer saber
Onde posso chegar....

7 comentários:

Whispers disse...

Minha Querida Moonlight!

Se tua alma esta leve,se teus pes querem voar....nao esperes mais
Porque chegou o tempo de fazeres a travessia.

Como sempre palavras lindas
Um beijinho com carinho
Rachel

Tania disse...

OI ADORO GIRASSOL, E VI UM COMENTÁRIO SEU NO BLOG DOIS RIOS, ONDE VOCÊ COMENTA SOBRE A HISTÓRIA DO GIRASSOL, E ESSA EU NÃO CONHEÇO, SERÁ QUE VC PODERIA POSTAR PARA MIM???

sonho disse...

E esse barquinho de papel te levará a bom porto...por mais tempestades que se apanhem...haverá dias de sol...e esses sim temos que aproveitar:)
Beijo de um anjo

Unknown Artist disse...

Também mo disseram e senti bem ao ouvir..
"Has-de chegar a bom porto =)"

Beijinho

Ricardo Gonçalves disse...

Esta é a hora de voares se assim te manda o teu desejo, podes sempre voltar ao meu blog, mas já agora tens também aqui um lindo cantinho de surpresas.

bj fofo

Ricardo

Porcelain Doll disse...

Sonha... pois o teu sonho faz soprar o vento na sua direcção... existe sempre algo a alcançar... quando a névoa não nos permite ver a direcção, o melhor é mesmo flutuar... e sonhar... :)

A Palavra Mágica disse...

Moonlight,

Em algum lugar alguém deve estar cantando para você:

Quando tá escuro
E ninguém te ouve
Quando chega a noite
E você pode chorar

Há uma luz no túnel dos desesperados
Há um cais de porto
Pra quem precisa chegar

Eu estou na lanterna dos afogados
Eu estou te esperando
Vê se não vai demorar

Uma noite longa
Pra uma vida curta
Mas já não me importa
Basta poder te ajudar
E são tantas marcas
Que já fazem parte
Do que eu sou agora
Mas ainda sei me virar

Eu tô na lanterna dos afogados
Eu tô te esperando
Vê se não vai demorar

Música Lanterna dos Afogados, dos paralamas do Sucesso.

Só pra não esquesser o Pessoa: "Navegar é preciso"

Beijos!
Alcides