segunda-feira, 13 de abril de 2009

Desassossego


Alma esta saltitante
Alma em forma de criança
Alma que não descansa
Num desassossego alucinante

Mente controversa
Mente de esperanças
Tornas-te em puzzle de peças
Enquanto esperas sem pressa

Este descompasso louco
Que torno em agitação
Vem do fundo deste coração
Que arrumo a pouco e pouco

5 comentários:

A.S. disse...

Há sempre um desassossego oculto, quando as emoções nos trazem lembranças que ainda não esquecemos, e desejos que o tempo não apaga...


Ternos beijos...

A Palavra Mágica disse...

Moonlight

Às vezes o desassossego da alma é o conforto do corpo.

Beijos!
Alcides

rui disse...

Moonlight...antes de comentar o teu belo post e texto .....
queria te dizer um coisa...é muito simples.. obrigada..sim obrigada por sempre que me visitas deixas sempre comentários..e tambem por me teres adicionado...

o teu trabalho vem naquela linha que já nos habituas-te fotos bonitas..e textos sempre a condizer
é um grito de alguem ...que está a renovar algo..é tambem a esperanca que a pouco e pouco.. por certo
os ventos levaram a "nau" a bom porto...e existe a esperanca... que a Paz exista dentro.. näo.. de um novo coracao..mas sim de um coracao novo.

um beijo...e fica bem ...tudo bom para Ti
Rui

Unknown Artist disse...

Inquietude de criança em nós..
Os bichinhos carpinteiros =P
Boas linhas e rimas =)

Isa disse...

DEsassego está sempre dentro de nós, é díficil esquecer o passado.

Beijos