quinta-feira, 30 de abril de 2009

Apenas uma estória 2


"...abraça-me......permanece comigo até que meus olhos se fechem.....não me deixes sozinho."
O quarto emanava um cheiro a éter,os tubos que te passavam pelo rosto,não me deixavam vislumbrar toda a tua beleza, num pequeno sorriso,mas com um sentido enorme.
Apertei-te contra meu peito como nunca mais te fosse soltar...
"...diz-me que sempre te vais recordar de mim...."
Uma lágrima rolou e tu nem te deste conta.Palavras mudas em mim que com o nó que tinha na garganta não foram capazes de vencer aquele silencio.
"...não tens que dizer nada...eu sei que sempre te lembraras de mim para sempre..."
Não foi certo fazeres -me chorar assim.
Que vontade tinha de te ter aqui....Volta!Eu sei que não....
Apertas-te-me com forças que não tinhas e limpas-te meus rosto com teus lábios de carmim.
As saudades que tenho de ti meu querido.....Se ao menos te pudesse rever ....uma vez mais....
Acalmei o sofrimento e fiquei agarrada a tua maõ,para que pudesses fechar os olhos em paz .
Descansares para mais uma longa e comprida noite,igual a tantas outras mais, que não tives-te novamente.
Sim recordo-te sempre...nunca te esqueci nem nunca me esquecerei...e sei que um dia te vou rever novamente e dançarei contigo, para sempre ,jamais me separarei de ti ....meu querido.
Os teus olhos se fecharam,o silencio era mais pesado que o ar que inalávamos naquele momento e ainda tenho presente ,o som que me acompanhou naquela noite,o som daquele ventilador ,que ao compasso de meu coração sugava a tua vida, para jamais te puder abraçar ,uma vez mais...
A tua mão permaneceu em minha até aquele momento que um apito soou mais alto que tudo e eu me arrepiei de frio...agora sei que foste tu que ali estavas, pondo a mão no meu ombro e apoiando-me,naquele sofrido momento...Obrigada!
"...Acorda,meu amigo....volta aqui....
"...venha ,minha querida,tem de sair agora..."
As nossas mãos foram separadas,sem que nada eu pudesse fazer...naquele instante adormeci de mim,para te presentear com meu espírito longe dali....acompanhei-te e tu deste conta?
Que falta sinto de nós....
Que saudades tenho de ti....
Naquela noite,cambaleei por alguns corredores com uma luz sumida,em que tentei me equilibrar para poder prosseguir....e sim ...voltei atrás....abri a porta daquele quarto onde ainda permanecias e contra tudo e contra todos abracei-te!
Eu sei que querias ainda.....senti pela ultima vez o teu calor,mas teus lábios que já não eram de carmim ...não limparam minhas lágrimas... e tive de continuar.....
E continuei sempre contigo no meu coração e com todos os nossos dias de amizade no meu pensamento....um dia vou- te rever e sorrir juntamente contigo outra vez e limparás uma vez mais essas lágrimas de alegria ,com teus lábios de carmim.....

6 comentários:

A Palavra Mágica disse...

Moonlight,

Me lembrei da música do Chico Buarque:

Todo o Sentimento

Preciso não dormir
Até se consumar
O tempo da gente.
Preciso conduzir
Um tempo de te amar,
Te amando devagar e urgentemente.

Pretendo descobrir
No último momento
Um tempo que refaz o que desfez,
Que recolhe todo sentimento
E bota no corpo uma outra vez.

Prometo te querer
Até o amor cair
Doente, doente...
Prefiro, então, partir
A tempo de poder
A gente se desvencilhar da gente.

Depois de te perder,
Te encontro, com certeza,
Talvez num tempo da delicadeza,
Onde não diremos nada;
Nada aconteceu.
Apenas seguirei
Como encantado ao lado teu.

Beijos!
Alcides

Whispers disse...

Moonlight!

Obrigado pela visita,será um prazer te voltar a ter em meu simples cantinho.
Maravilhoso é o teu blog,parabéns.

Quanto ao teu post:

Um adeus tão sentido
Uma lágrima dolorida
mas a certeza que ele ficou
entre as pedras do coração
pra o resto da vida
Bonito,obrigado pelo momento de luz
beijinhos mil
Whispers

sonho disse...

Ao ler este teu texto confesso que uma lagrima caiu...as despedidas são sempre tão dolorosas...e tu descreveste esta despedida com sofrimento...mas tambem com muito carinho...lembra te e tem fé que o teu amigo mesmo estando longe bem longe...estará a cuidar e a olhar por ti...
Beijo de um anjo

Ademerson Novais disse...

È uma prazer sempre estar aqui...sempre escrever sobre teus textos....fico feliz por que toda vez que saio daqui vou cheio de paz...de reflexão...de prazer....com os olhos inundados de lagrimas...mais por saber que acabei de beber uma agua limpida.... de conhecimento de emoçoes....obrigado sempre por poder nos deixar voar alem de nós mesmos.....


Ademerson novais de Andrade

Amiga do Cafa disse...

A saudade é algo que consola mais do que desespera.
Seu texto é um bálsamo.
Cheio de sensibilidade e sentimento.
Bom final de semana.
Beijão

Merchi disse...

"...abraça-me......permanece comigo até que meus olhos se fechem.....não me deixes sozinho."

... tocou