domingo, 15 de março de 2009



"O amor é como uma pequena planta silvestre que se instala atrevidamente no nosso jardim, depois vai crescendo, e levemente contagia todas as outras plantas que se deixam seduzir por todo o seu encanto. Tal como o amor, as plantas sofrem. São muitas as vezes que elas fecham as suas pétalas, despedaçando lágrimas para depois solta-las em pequenos pedaços, só para que o jardim não fique triste ao vê-la chorar. São muitas as formas que encontramos para descrever este sentimento. Reduzi-lo apenas a uma não possível. Se esse amor for sincero, estamos todos certos. Fazemos perguntas, ouvimos respostas, por momentos perdemos a vergonha e falamos..."
Autor desconhecido

2 comentários:

Merchi disse...

... lindo!

Vivianne Soares disse...

Olá! Achei esse blog, e agora vai virar uma das minhas leituras diárias. Palavras e posts muito legais!
Parabéns!

Abraço!

ps.:posso te linkar no meu?