sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Sem ti



Caminho em silencio,escuto somente o barulho do mar
Neste denso areal de dourado pintado de magoas escondidas
Caminho sem direcção,sem rumo,aonde ondas perdidas
Banham meus pés fatigados de tanto te procurar.
E numa onda mais agreste,sinto meu rosto molhado
Fico sem saber se é agua do mar ou agua dos meus olhos por te recordar.
E vagueio sem pressas de chegar
Porque já não vais me esperar.
E deixo o sol descer, no fim desse mar adormecer
Sento-me a imaginar
Como pudemos perder este magnifico anoitecer
Sem um abraço,sem um beijar....
...de enlouquecer.......