quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Grito mudo


Dás-me vontade de gritar-te bem alto,pare que possas me escutar,sem me olhares, sem me julgares,sem me danificares.....
Mulher sem alma,sem coração naquilo que tornas-te com alguém que foi embala em teus braços.
Sem explicação,sem nenhuma definição,encontro magoa e descontentamento por não ser feita á medida dos teus sonhos,dos teus ideais.
Se ao menos parasses no tempo pra te recordar de como foste outrora,dona de ti de teus ideais então.Recusas-te em função de ti e nem sequer paras-te para te lembrares de mim.
Cresci depressa demais,sem ter tempo para pensar,sem ter alguém a quem me aconchegar.Fui desenhando um mundo de magoas e carências preenchidas com a inocência de uma adolescência vivida como todas despromovidas de pensamentos e superada de contratempos nas brincadeiras de escola nos namoricos,nas amizades construídas...e eu onde fiquei perdida?
Achei-me heroína de mim mesma,lutadora sem feridas,emergida do fundo dum oceano que atravessava o meu ser.
E continuo sobrevivendo,lutando sem deixar as minhas feridas sangrarem para quem assiste...apenas eu as vejo,apenas eu as curo na calada da noite....na escuridão desse céu.
Por mais que tentes ,não derrubarás jamais a estátua deste jardim....

3 comentários:

Anónimo disse...

for ideas check out dahansens.blogspot.com

Edu disse...

fonix so no meu blog e k nao fazem publicidade loool.
Gritos mudos, onde e que eu ja escrevi sobre isto lool. mas o teu ta mais real. mais simples tal como deve ser. real e directo.
Grita mas nao para k te ouçam , mas para que te ouças tu a ti mesma. vai te fazer bem.

PS: lol , realmente nao sou essa pessoa , nao so tenho tenho para um blog , como para mais 2 e um site. bem nao k tenha muito tmepo, simplemesnte escrevo muito depressa e mesmo assim nao publiko tudo k escrevo. ja era massacrar muito as pessoas.
bjus e bons gritos, com raiva, alma e muita muita certeza do que gritas. Ouve o k dizes. ainda aprendes algo sobre ti.

gaivota disse...

gritos mudos...
as estátuas não se derrubam!