segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Uma pequena tempestade

  • Dizes-me que tudo o que digo n tem fundamento q me adoras
    mas porque te sinto longe a maior parte das vezes?
    Somos parecidos mas n estamos toltalmente na mesma sintonia
    eu sei q sou exigente demais...mas quando penso em algo tenho
    receio de estar certa,e como vivo tantas ausencias na minha
    vida,tento sempre que esta parte dela não seja mais uma.
    Eu sei esperar,gosto é de ter a certeza que essa espera não é
    em vão.
    Como sempre hoje não me enganei uma vez mais....eu ja o sabia,
    á tanto tempo....
    Para mim não será novidade viver mais uma ausencia,novidade seria
    teres aceitado meu convite...mas convenço-me interiomente que quem
    perde...és somente tu.
    Tudo acaba por acabar...ás vezes temos receio de avançar....


TempestadeHá quanto tempo eu estou nessa tempestade?Tão oprimido pelo oceano informeEstá se tornando cada vez mais difícil caminhar sobre as águasCom essas ondas quebrando em minha cabeçaSe eu apenas pudesse te verTudo ficaria bemE se eu pudesse te verEssa tempestade viraria luzE eu vou caminhar sobre as águasE você vai me segurar se eu cairE eu vou me perder dentro dos seus olhosE tudo ficará bemE tudo ficará bemEu sei que você não me trouxe aqui para me afogarEntão por que eu estou a dez pés de profundidadede cabeça para baixo?Mal sobreviver se tornou meu propósitoPor que eu estou tão acostumado a viver de baixo dasuperfícieSe eu apenas pudesse te verTudo ficaria bemE se eu pudesse te verEssa tempestade viraria luzE eu vou andar sobre as águasE você vai me segurar se eu cairE eu vou me perder dentro dos seus olhosE tudo ficará bemE tudo ficará bem

Sem comentários: