terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Espelho meu.....

Olhei ao espelho e lembrei Verónica.
"Malditos fins de semana!"disse num tom de raiva.
-Como posso gostar de uns dias de descanso,em que
esses dias parecem uma eternidade de vivências falsas,
de silencio.de sacrificio....
Verónica continuou;Fui a uma festa e quando me estava
a arranjar, parei a olhar.me no espelho e perguntei:
Porque te sujeitas a isto?
Porque te obrigas a viver uma vida, em q não és tu?
Verónica sabia que naquele momento nada podia fazer
"Tens de ir!"E foi....
Quando entrou naquela casa,em que as pessoas lhe eram
familiares por afinidade,sentiu.se sosinha,completamente
sosinha,ignorada.aparte de todas elas....Hipocrisia e
Falsidade nada mais..............Verónica não era assim
e eu sabia.o.
Calmamente saiu e na rua acendeu um cigarro.Com o frio que
se fazia sentir ,o fumo no ar espalhou.se e Verónica
permaneceu imovél perdida naquele fumo olhando pra o infinito
e seu corpo gelou, uma lagrima rolou por sua face...
...mas não havia tempo de chorar Verónica ,amanha é outro dia...
Senti frio....embrulhei-ma na toalha,limpei o espelho do vapor e
pensei q poderia eu dizer a Verónica?Que palavras a iriam reconfortar?
Olhei novamente ao espelho e fixei meus olhos, apenas lhe pude dizer...
...eu vou tentar-te consertar...

Musica que tocou aqui- "Coldplay - Fix you"

Sem comentários: