sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Anjo de Luz


Não vejo o teu rosto….mas sinto que estás aqui,

Passo a mão na silhueta desenhada pela sombra do luar…
Vislumbro o cruzar do olhar… Como é importante o olhar…
Há um anjo que me embala e me abraça nos dias gelados de luz…
Existe em mim tanta descrença e tamanha confiança…

E nesse dual sentimento
Que parece incoerência
Eu me sinto uma criança
Inocente e alerta
A este sinal que me desperta
A querer chegar mais perto
Dessa luz que ensaia se mostrar.
Abro os olhos um pouco mais
Tentando definir o que vejo,
Porém é um desejo vão

Pois findando a madrugada,
Finda-se minha quase visão.
Mas eu sei que isso não é sonho
Durante o dia me recomponho
E com ansiedade espero a noite
Para outra vez na sombra da lua
Tentar encostar minha mão na tua...
Ver teu rosto que ainda não vi.
Anjo de luz que me embala
E eu sinto e sei que está aqui.

Hoje mais uma linda parceria com meu amigo Alcides e suas Palavras Mágicas no fabuloso Abismo Noturno

Obrigada meu amigo, pela amizade que temos e pela partilha de palavras mágicas. Que continuemos por muito mais tempo fazendo o mesmo e muito mais.






8 comentários:

A Palavra Mágica disse...

Moonlight, minha Amiga!

Como eu disse no Abismo Noturno, esta é uma fusão de sentimentos. Sendo assim só poderia dar nisso, pois você tem uma alma linda!

Obrigado pelas suas palavras e, mais que tudo, pela sua amizade!

Beijo!
Alcides

Jacarée disse...

Querida Moonlight

Anjo e Luz faz a dualidade perfeita...transbordam brilho, sorrisos, abraços...uma união perfeita
A grande beleza da dualidade rejuvenece a mente e reflete o afeto da alma dos poetas PARABÉNS.
B.F.S. Bjs em seu coração

Lost Soul disse...

Os anjos não se vêem..mas sentem-se!!!


beijo

bfs

Lu Nogfer disse...

Que a poesia seja assim sempre:Cheia de sensibilidade!E que seja um ponto de encontro aos amigos que se admiram e se curtem de verdade!

Curto muito essa partilha e a amizade dos dois!
Parabens pelo lindo poema!

Beijos anjos!

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Tocou-me muito, este poema, Moonlight. Tanto que nao vou comentar muito. Há uma pequena trsiteza, uma enorme esperança, e um encanto férreo de que vale sempre a pena acreditar. Tocou-me, talvez por algumas das minhas fragilidades. Parabéns pelo que escreve.

Edu disse...

tao pa trocaste me? lol .
Muito bom este poema, parabens aos dois.

Sonhadora disse...

Minha querida

Um poema escrito a duas mãos e duas almas e que tocou a minha profundamente.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Impossible-not-fall disse...

De volta....

Estou encantada com estas palavras....

Beijinho